Reavivados por Sua Palavra


Isaías 47 by jquimelli
12 de abril de 2014, 0:00
Filed under: Queda de babilônia | Tags: ,

Comentário devocional:

Temos visto um crescendo desde Isaías 40: Judá está em um momento de grande angústia e incerteza – a nação deve esperar no Senhor (Isa 40); Ciro, um dia libertará o oprimido povo de Deus (Isa 41); Ciro é um tipo do Messias por vir, nosso poderoso libertador do pecado! (Isa 42); O remédio para o pecado de Israel incluiu o cativeiro na Babilônia (Isa 43); Deus derramará o Seu Espírito sobre Seus filhos! Eles não precisam confiar nos ídolos feitos pelo homem (Isa 44). Deus prometeu agir através de Ciro – lembre-se que foi Ele quem criou todas as coisas! (Isa 45). Os deuses dos babilônios serão carregados após a derrota da nação, enquanto o povo de Deus será carregado no colo   pelo Senhor (Isa 46).

Finalmente, Isaías 47 descreve a queda de Babilônia. A “filha virgem” de Babilônia (as prostitutas cultuais dos templos pagão eram muitas vezes chamados de “virgens sagradas”) cairia e finalmente acabaria sentada no pó (v.1). Se este capítulo soa familiar é porque muitas de suas frases, palavras e pedaços são também mostrados no livro do Apocalipse. Isaías e Jeremias falam da Babilônia histórica, enquanto Apocalipse refere-se à Babilônia espiritual no tempo do fim.

Babilônia vive “na glória e luxo” (Ap 18:7 NVI), mas agora ela “não será mais chamada mimosa e delicada” (Isa 47:1 NVI). Ela se vangloriava: “jamais ficarei viúva nem sofrerei a perda de filhos” (v. 8 NVI; ver Apoc 18:7), mas Deus a fará desolada (v.11). E tudo isso acontecerá “num mesmo instante, num único dia” (v.9 NVI), de fato, “em apenas num só dia … em apenas uma hora” (Apoc 18:8, 10 e  17, 19).

Uma das coisas mais intrigantes a respeito de Deus é como Ele usa os maus para cumprir Seus propósitos, em benefício de Seus filhos. Como é importante guardarmos isso em nossas mentes. Grande parte da miséria que nos cerca pode ser o meio que Deus usará para o nosso bem. Não é de admirar que sejamos aconselhados a não nos preocuparmos, pois ”a ansiedade é cega, e não pode discernir o futuro; mas Jesus vê o fim desde o começo. Em toda dificuldade tem Ele um caminho preparado para trazer alívio.” (O Desejado de Todas as Nações, p.330). 

E agora, atente e aplique à sua vida o encerramento deste pensamento: “Os que aceitam como único princípio tornar o serviço e a honra de Deus o supremo objetivo, hão de ver desvanecidas as perplexidades, e uma estrada plana diante de seus pés.”

Confie nEle. Confie nEle! Fale para si mesmo as promessas de Deus até que você confie nEle. Faça isto hoje.

Ron E M Clouzet
EUA

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/47/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Isaías 47 




%d blogueiros gostam disto: