Reavivados por Sua Palavra


Isaías 56 by jquimelli
21 de abril de 2014, 0:00
Filed under: restauração | Tags: , ,

Comentário devocional:

Chegamos agora à ultima seção desta Grande Sinfonia da Salvação escrita por Isaías, em que se entrelaçam temas como julgamento e salvação, justiça e misericórdia, advertência e conforto, as consequências e a brilhante esperança. 

Os capítulos 56-66 contém a mensagem especial de Deus para os exilados que seriam libertados por Ciro e enviados de volta para casa para recomeçar a nação praticamente do zero (44:24-28). Alquebrados pelo sofrimento da disciplina, era propósito do Senhor que alcançassem a humildade e contrição de espírito (cf. Isaías 66:2). Este seria um momento de grande expectativa para os exilados. Eles ficariam animados com as promessas de um reino e de um templo restaurados e de um novo começo prestes a amanhecer para eles.

O próprio Senhor (Yahweh) descreve os ideais dessa comunidade restaurada (v.1-8): deveria ser um reino caracterizado pela justiça, retidão e responsabilidade social; um reino que conheceria a alegria do descanso sabático (v.3-8). A salvação total seria concedida a TODOS os “que se unirem ao Senhor para servi-lo, para amarem o nome do Senhor e prestar-lhe culto” (v. 6 NVI), incluindo aqueles que tinham sido anteriormente consideradas excluídos (como os eunucos e os estrangeiros).

Mas Isaías precisava preparar o povo de Deus para as imensas dificuldades à frente, vindas de sua própria liderança, antes do reino de Deus se tornar uma realidade gloriosa. Suas tentativas de estabelecer uma comunidade segura e viável, sob o governo de Deus, seria repleta de frustração. O pecado com toda a sua agonia existiria em nível pessoal e corporativo e eles seriam tentados a desanimar, especialmente quando percebessem que estariam sendo conduzidos, mais uma vez, por líderes ímpios. Isaías simpatiza com o povo. Ele chama seus líderes de cegos e mudos (v. 10) e os denuncia com palavras fortes: “São cães devoradores, insaciáveis. São pastores sem entendimento; todos seguem seu próprio caminho, cada um procura vantagem própria” (v. 11 NVI).

A mensagem de Isaías também é para nós: todos os que viveram entre a primeira e a segunda vinda de Cristo.

Cristo veio a primeira vez para estabelecer o Seu Reino na terra, mas avisou que teríamos que suportar muitas dificuldades até que Ele viesse uma segunda vez para inaugurar o seu Reino de Glória. Até aquele momento, o reino de Deus e os reinos deste mundo existiriam lado a lado. A tensão entre o bem e o mal está se tornando mais crítica à medida que a maldade ganha terreno e se torna mais destrutiva. Mais e mais vemos líderes terrenos, civis e religiosos, se encaixando na descrição bíblica de lobos em pele de cordeiro.

Ao vermos todas estas coisas acontecendo não desanimemos ou permitamos que nossos corações se tornem insensíveis. Concentremo-nos na certeza de que em breve o reino de glória será implantado por Deus para TODOS aqueles que o amam.

Aleta Bainbridge
Austrália

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/56/

Traduzido por JDS/JAQ

Texto bíblico: Isaías 56 




%d blogueiros gostam disto: