Reavivados por Sua Palavra


I Reis 16:34 Os muros de Jericó by Jeferson Quimelli
24 de fevereiro de 2013, 11:01
Filed under: Sem categoria

34 Durante o seu reinado, Hiel, de Betel, reconstruiu Jericó. Lançou os alicerces à custa da vida do seu filho mais velho, Abirão, e instalou as suas portas à custa da vida do seu filho mais novo, Segube, de acordo com a palavra que o Senhor tinha falado por meio de Josué, filho de Num.
reconstruiu Jericó. “Não significa que Jericó tenha permanecido desabitada desde a sua destruição por Josué (v. Js 18.21; Jz 1:16; 3.13; 2Sm 10.5), mas que permaneceu como uma aldeia sem muros. Durante o reinado de Acabe, Hiel fortificou a cidade reconstruindo seus muros e portões. Assim foi violada a intenção de Deus de deixar as ruínas de Jericó (Js 6.26) como lembrança perpétua de que Israel recebera a terra de Canaã da mão de Deus como uma dádiva da sua graça. Por isso, Hiel sofreu os efeitos da maldição impetrada por Josué.” (Bíblia de Estudo NVI, Vida).


II Reis 1 – domingo, 24.02.2013 by Jeferson Quimelli
24 de fevereiro de 2013, 0:02
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico à II Reis 1
Texto de hoje do blog da Bíblia:
Bem-vindo ao Segundo Livro de Reis! Uma continuação do Primeiro Livro de Reis, este livro cobre aproximadamente 300 anos, acompanhando o declínio gradual de Israel e, em seguida, o de Judá. Entretanto, no meio desta época de apostasia, ainda vemos alguns poucos reis bons e muitos milagres da misericórdia de Deus.
No primeiro capítulo de 2 Reis vemos o orgulhoso filho de Acabe, Acazias, enviando mensageiros para consultar o deus filisteu Baal-Zebube, de Ecrom. Acazias tinha se ferido gravemente em uma queda e queria saber se ele iria se recuperar. Mas ao invés de perguntar ao Deus do Céu, Acazias envia mensageiros para consultar a um detestável deus pagão. Ele tinha conhecimento para fazer muito melhor. Ele testemunhara o poder de Jeová através do profeta Elias, mas seu coração tinha, provavelmente, sido endurecido contra o Senhor através da má influência de sua infame mãe Jezabel.
Curiosamente, para ir de Samaria a Ecrom, os mensageiros tinham de contornar tanto o lugar onde Elias morava quanto Jerusalém. De forma semelhante, nos desviamos de Deus quando corremos para os oráculos populares do mundo à procura de respostas. A advertência de Deus, entretanto, sempre está à nossa frente, mesmo quando fugimos dela e para Acazias veio na condenação feita por Elias, que interceptou os  mensageiros do rei. Quando os soldados de Acazias são enviados para prender Elias, em vez de humilhar-se como seu pai Acabe havia feito, ele tenta prender o poderoso profeta. Má idéia. Os dois primeiros capitães e seus homens são queimados quando Elias pede que caia fogo do céu sobre eles. Sem se abalar com isso, o teimoso rei envia um terceiro contingente de 50 soldados para prender Elias. Mas o terceiro capitão e seus soldados, rodeados pelos restos fumegantes de seus antecessores, agem com mais bom senso. Eles se humilham diante de Elias e recebem misericórdia. Elias os acompanha voluntariamente até o jovem rei e lhe diz que vai morrer porque desprezou a palavra de Deus.
Os desvios que fazemos, em nossa teimosia e orgulho, a fim de não nos encontrarmos com Deus sempre nos conduzirão a um beco sem saída.
Querido Senhor, por favor, perdoe-nos pelas muitas vezes em que nos esquecemos que estás perto e buscamos por respostas nos lugares errados. Por favor, ajude-nos a lembrar de trazer nossas orações e perguntas a Ti. E se descobrirmos que estamos no caminho errado, nos ajude a estarmos dispostos a nos humilhar e mudar de rumo. Amém.
Doug Batchelor
Pastor Sênior
Igreja Central de Sacramento
Trad JAQ – Rev GASQ/JDS



%d blogueiros gostam disto: