Reavivados por Sua Palavra


I Reis 1 – sábado, 02.02.2013 by Jeferson Quimelli
1 de fevereiro de 2013, 23:02
Filed under: Sem categoria
Texto bíblico à I Reis 1
Texto de hoje do blog da Bíblia:
Um dos grandes problemas ao longo da história é a sucessão de reis. Sempre existem aqueles que têm sede de poder e o querem assumir. Davi estava ficando velho e muito débil. O povo estava esperando pela ascensão de Salomão e sua coroação. Adonias, o quarto filho de Davi (2Sm 3:4), e, provavelmente, o mais velho à época, aproveita a oportunidade para se rebelar e assumir como o novo rei de Israel. Ele era o irmão de Absalão e assumiu que tinha o direito ao trono. Diz-se que ele tentou imitar Absalão em todos os sentidos. Aparentemente, ele pensou que sua beleza e estatura o qualificaria, como aconteceu com Saul. Sendo mimado por seu pai, ele supôs que tinha a preferência e iria assumir, até pela força, se necessário. Ele era mais velho do que Salomão, mas não tão qualificado como ele. Adonias tinha o apoio de Joabe e esperava que o exército estivesse em seu favor. Ele estava contando que Abiatar, um dos sacerdotes, iria apoiá-lo também. É triste ver estes dois homens que tinham sido muito bons amigos de Davi, se juntarem a Adonias na sua busca pelo poder.
Adonias não poupou nenhum esforço e preparou uma grande festa convidando toda a sua família, os filhos do rei, todos os homens de Judá e os servos do rei. Notadamente ausentes estavam Natã, o profeta, os valentes de Davi, Benaia, chefe da guarda real (2Sm 20:23) e Salomão, seu irmão. Adonias sabia que o desejo de Davi era coroar Salomão como seu sucessor. Natã não queria outra situação desastrosa como a de Absalão. Ele exerceu o seu ministério profético e alertou Bate-Seba. Ela se apresentou diante do rei e ambos lhe disseram que Adonias havia se proclamado como o rei de Israel. O sacerdote Zadoque, Natã e Benaia, que não haviam sido convidados por Adonias foram chamados por Davi, que embora fraco e doente, foi inspirado como quando era jovem e agiu rapidamente. Davi fez Salomão montar em sua mula até Giom. Então, Zadoque, o sacerdote, o ungiu, e ao ser ele coroado como o novo rei de Israel, todo o povo gritou: “Viva o rei Salomão!”. Quando a notícia chegou a Adonias, ele temeu por sua vida, fugiu para o Santuário e segurou nas pontas do altar.
Aqui vemos a grandeza de Salomão. Ele poderia ter matado seu irmão por causa de sua rebelião. No entanto, ele estendeu seu perdão e lhe disse que sua vida iria depender de sua promessa de viver como um cidadão comum, sendo submisso ao novo rei.
Há lições para todos nós neste capítulo. O Senhor tem uma forma de humilhar aqueles que se exaltam!
Leo Ranzolin
Vice-presidente aposentado da Associação Geral
Trad JAQ-Rev GASQ



%d blogueiros gostam disto: