Reavivados por Sua Palavra


DEUTERONÔMIO 8 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
23 de junho de 2022, 0:50
Filed under: Sem categoria

722 palavras

Moisés exorta o povo a obedecer e a lembrar-se dos benefícios de Deus (1-6). Apresenta a possibilidade de prosperidade (7-10) e adverte contra o perigo de esquecer-se de Deus (11-20). Bíblia Shedd.

2 Recordar-te ás de todo o caminho. Esquecer-se das muitas coisas que Deus fez é o primeiro passo para ir longe dEle, rumo ao esquecimento (Rm 1:21; LS, 196). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1073.

Ele te humilhou. O maná obrigou Israel a reconhecer que dependia de Deus, a fonte última da vida. Bíblia Shedd.

não só de pão viverá o homem. Essas palavras foram citadas por Jesus em Sua tentação. A verdadeira vida não é fruto do bem estar material, mas, sim, da Palavra de Deus, cf 32.46, 27. Bíblia Shedd.

Foi esta declaração de Moisés que Jesus citou em resposta à primeira tentação de Satanás no deserto (Mt 4:4; Lc 4:4). CBASD, vol. 1, p. 1074.

mas de tudo o que procede da boca do Senhor. Ainda mais básico à vida diária do que o alimento físico é a sustentadora Palavra de Deus (Hb 1.3). Bíblia de Genebra.

O pão sustenta, mas não garante a vida, que é a dádiva de Deus aos que confiam na Sua palavra e por elas vivem – trata-se dos seus mandamentos e promessas (cf. v. 1, 18). Bíblia de Estudo NVI Vida.

É importante notar que a mais poderosa arma espiritual da qual Jesus lançou mão para derrotar as tentações de Satanás foi a Palavra de Deus. Os três tipos de tentação, dos quais Satanás lançou mão para desviar Jesus na Sua obra de salvação descrevem-se em Mt 4.1-11; as três respostas finais e inabaláveis, que Jesus deu, foram todas tiradas deste discurso de Moisés, e se registram em Dt 6.13; 6.16 e aqui neste versículo. Jesus reconheceu que as palavras que citou são a plena revelação da vontade do Pai, que são a verdade eterna e inabalável, e, citadas com a plena compreensão de seu sentido, com fé inabalável, e com autoridade, são eficazes para enfrentar as forças infernais que desejam estragar o plano divino de restaurar os homens à plenitude da comunhão com Deus. Bíblia Shedd.

4 Nunca envelheceu a tua veste. Uma intervenção miraculosa (ver Dt 29:5; Ne 9:21). Ao que tudo induica, eles não tinham meios para conseguir roupa para si mesmos; do contrário Deus não teria empregado medidas sobrenaturais para satisfazer as necessidades deles. Deus proveu alimento, bebida, proteção e outras coisas quando não podiam conseguir por si mesmos. CBASD, vol. 1, p. 1074.

como um homem disciplina seu filho. Deus é um pai e Sua disciplina tem o propósito de reformar e instruir. Cf 32.6; Hb 12.5-11. Bíblia Shedd.

Deus permitiu que eles passassem fome, a fim de que Ele pudesse mostrar-lhes o Seu suprimento (v. 3). A disciplina geralmente requer dificuldades iniciais, seguidas de bênção (Pv 3.11-12; Hb 12.5-6). Bíblia de Genebra.

7 Boa terra. A Palestina moderna é bem diferente desta descrição. É provável que a fertilidade tenha se esgotado pelo mau uso da terra durante séculos e por terem derrubado seus frondosos bosques, que controlavam a água e a erosão. Descrições do solo egípcios na época do êxodo oferecem uma noção bem mais atrativa do que a apresentada atualmente. CBASD, vol. 1, p. 1074.

10 Louvarás o SENHOR, teu Deus. A gratidão deve ser expressada e sentida. Sem gratidão, o ser humano é pouco melhor que um animal. A verdadeira nobreza de alma começa com o apreço pelas bênçãos dos Céus e pela bondade de nosso próximo (Sl 103:2). CBASD, vol. 1, p. 1074.

12 Boas casas. Com frequência, bens materiais levam à preocupação indevida com as coisas temporais. O cristão deve colocar Deus em primeiro lugar, e confiar que Ele satisfará todas as suas necessidades (Mt 6:33). Muitas vezes, o ser humano coloca essas coisas como prioridade e espera que, de alguma forma, o Céu lhe seja acrescentado. CBASD, vol. 1, p. 1074.

15 Escorpiões. Praga comum na região desértica ao sul da Judeia e menos comum no restante da Palestina. Existem na região cerca de oito tipos de escorpião, sendo que o maior tem cerca de 20 cm de comprimento. CBASD, vol. 1, p. 1075.

Pederneira. Na Bíblia, “pederneira” pode referir-se a qualquer rocha. Algumas facas eram feitas de pederneira (Js 5:2). CBASD, vol. 1, p. 1075.

18 Que te dá força. Tudo o que o ser humano é e tudo o que tem vem de Deus. A consciência disso mantém a pessoa humilde e a capacita a contemplar as coisas temporais em sua verdadeira perspectiva. CBASD, vol. 1, p. 1075.

19 Protesto. Literalmente, “Afirmo-te hoje”. CBASD, vol. 1, p. 1075.



DEUTERONÔMIO 8 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ
23 de junho de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

DEUTERONÔMIO 8 – Deus deseja usar Seus servos para o bem comum. É interessante entender que “a revelação de Deus a Moisés [continuou] à medida que Deus Se revela progressivamente (teologia). Deus Se comunica com Moisés em uma linguagem teológica que ele pode e é capaz de entender. Embora a linguagem humana de Moisés limite sua comunicação com Deus, quando mais Deus Se revela a ele, mais ele compreende e mais confia; e, neste contexto, recebe uma missão. A partir da revelação e missão, ele anda com Deus cumprindo a vontade divina. A missão comunicada a Moisés inclui não só a libertação do povo de Israel, mas também o processo da escrita do Pentateuco – o Evangelho no AT. Sua missão inclui revelar e comunicar o conhecimento de Deus a Israel e às nações por meio da Palavra escrita. Nos escritos de Moisés, Deus transmite e revela o Seu caráter, a Sua vontade e os Seus planos. Deus revela que Ele existe, quem Ele é, o que Ele faz e o que exige de Seus filhos”, explica Wagner Kuhn.

Deuteronômio é o ápice do Pentateuco. No capítulo 8, Moisés ensina seus ouvintes (leitores) que Deus exige não apenas prioridade, mas fidelidade exclusiva. Por mais interessantes, atraentes ou populares que fossem os outros deuses, nenhum deles deveria ocupar o lugar do verdadeiro Deus.
• Quem é o Deus verdadeiro? É Aquele que concede lei e sabe que temos condição moral para assimilá-las. É Aquele que incentiva com promessas de vida e prosperidade aos que se submetem a Ele. É Aquele que relembra Seus feitos, para que os Seus súditos abençoados não se esqueçam. É Aquele que oferece do bom e do melhor da terra a Seus servos (Deuteronômio 8:1-9).
• O que Deus faz por Seu povo? Ajuda-o a entender que se não fosse pelo Seu poder, não haveria libertação, nem prosperidade, nem proteção, nem orientação, nem providências nas necessidades. Ele faz aliança com humanos, fortalece-os, abençoa-os e espera ser correspondido (Deuteronômio 8:9-18).
• Como responder a Deus? Comprometendo-nos com Ele! Não sendo negligentes às Suas orientações nem indiferentes à Suas ações, cheios da doença do orgulho que nos faz esquecer Quem Ele é. Devemos tê-lO como Deus (Deuteronômio 8:10-20).

Quanto mais lembrarmos de Deus, melhor será para nós. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



DEUTERONÔMIO 7 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO
22 de junho de 2022, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO DEUTERONÔMIO 7 – Primeiro leia a Bíblia

DEUTERONÔMIO 7 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL

DEUTERONÔMIO 7 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

Acesse os comentários em vídeo em nosso canal no Youtube (pastores Adolfo, Valdeci, Weverton, Ronaldo e Michelson)



DEUTERONÔMIO 7 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
22 de junho de 2022, 0:50
Filed under: Sem categoria

1423 palavras

1 jebuseus. Este povo dominava a fortaleza do monte de Jebus, também chamado Jerusalém ou Salém (Ls 15:63; 18:28; Jz 1:21; 2Sm 5:6, 8). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1070.

totalmente as destruirás. O efeito deliberado da condenação, nos tempos antigos, era o de fazer os habitantes de uma área fugir sem oferecer qualquer resistência. A Israel foi ordenado não usar esse modo de proceder, exceto em sua conquista de Canaã e da Transjordânia (Dt 20.10-15), onde a nação santa seria corrompida pela influência da cultura pagã remanescente (Sl 106.34-39). [Com. sobre Dt 2:32] … Alguns tem pensado que o Deus do Antigo Testamento era severo e vingativo para decretar a destruição dos cananeus, mas isso é esquecer que Deus é justo. Os pecados dos habitantes da terra eram extremamente malignos e o tempo do julgamento tinha chegado (cf Gn 15.16). Deus usou Israel para punir os cananeus, mas advertiu que, se Israel cometesse apostasia, deixando o Deus que tão graciosamente Se havia revelado ao Seu povo, eles também pereceriam (28.15-68). Bíblia de Genebra. 

A ordem de exterminar os cananeus de modo nenhum vai contrariar o caráter de Deus. Deus usou, com justiça, o Seu povo escolhido para ser Seu instrumento contra aqueles que persistiam na iniquidade. No Novo Testamento, porém, os juízos de Deus tomam uma forma diferente e a guerra dos crentes é espiritual (Ef 6.12). Bíblia Shedd.

Deus disse aos israelitas para destruírem totalmente seus inimigos. Como pode um Deus de amor e misericórdia destruir a todos, mesmo crianças? Deus é amoroso e misericordioso mas também é justo. … Deus não poderia deixar de dar a retribuição ao mal. …  A ordem de destruir estas nações era tanto um julgamento (9:4-6) quanto uma medida de proteção. … pensar que Deus é “bom” demais para julgar o pecado é subestimá-Lo. Life Application Study Bible Kingsway.

2-5 não façam com elas tratado … Não se casem … derrubem seus altares. Israel não devia se associar – política, social ou religiosamente – aos idólatras de Canaã. Bíblia de Estudo NVI Vida.

não farás com elas aliança. Ver Êx 23:32; 34:12. Não era propósito de Deus que Israel ficasse para sempre isolado das outras nações. mas até que tivessem aprendido a confiar nEle e a servi-Lo de coração, a associação com idólatras envolvia grande perigo. Era objetivo de Deus que o povo hebreu fosse uma luz para o mundo, mas, enquanto tivesse a tendência e absorver a escuridão de outros, era melhor que se mantivesse distante. CBASD, vol. 1, p. 1070.

nem contrairás matrimônio. O casamento é o mais íntimo dos laços humanos e seu caráter santo era preservado na lei do Antigo testamento. O corolário [a consequência disso] é que o casamento não deve ser contraído com incrédulos, um princípio repetido no Novo Testamento (1Co 7.39). Israel não manteve sua pureza espiritual e sofreu por esse motivo (Sl 106.37-39). Bíblia de Genebra.

Salomão violou este princípio, tendo como resultado uma perda incalculável tanto pessoal como nacional (1Rs 11:1). … As trágicas experiências de Esaú (Gn 26:34, 35), Sanão (Jz 14:1) e outros testificam em favor da admoestação de se permanecer separado nesse sentido. CBASD, vol. 1, p. 1070.

Não basta que instruamos nossos filhos; precisamos resguardá-los de formar amizades e contrair aliança matrimonial com pessoas que poderiam afastá-las de Deus [ver tb 1Co 7:39; 2Co 6:14] . Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento, F.B.Meyer, Ed. Betânia.

elas desviariam seus filhos … para servir a outros deuses. A proibição que o Senhor fez contra casamentos mistos com estrangeiros não tinha motivos raciais, mas visava a impedir o contágio espiritual e a apostasia (v. e.g., 1Rs 11.1-11; Ne 13.25-27). Bíblia de Estudo NVI Vida.

O amor de um homem por sua esposa idólatra em geral, senão sempre, desviaria seu coração de Deus. Este era um perigo patente contra o qual advertiu Josué (Js 23:11-13). CBASD, vol. 1, p. 1070.

A destruição dos habitantes de Canaã não era arbitrária. Deus ordenou Sua punição capital a esse povo (comparar com a destruição de Sodoma, Gn 19) porque sua impiedade era completa (ver Dt 9:4-5;Gn 15:16) e sua influência sobre as famílias israelitas destruiria sua lealdade a Deus (ver tb Êx 34:11-16). Quando mais tarde os israelitas desconsideram esta advertência, permitindo-os ficar na terra, o casamento misto foi rapidamente seguido pela idolatria (Jz 3:5-7). Andrews Study Bible.

derribareis os seus altares. Israel foi escolhido para ser um povo santo (v. 6) e Deus jamais toleraria uma religião pagã. Embora os meios de separação se tenham alterado, os crentes de hoje são escolhidos para a santidade (Ef 1.4) e são chamados para se separarem da adoração falsa (2Co 6.15-18). Bíblia de Genebra.

postes-ídolos [heb asherah]. Asherah era uma deusa mãe cananita do mar, associada com Baal. Life Application Study Bible Kingsway.

tu és povo santo ao SENHOR. Separado de todas as pessoas ou coisas que corromperiam, e consagrado totalmente ao Senhor. Bíblia de Estudo NVI Vida.

No Antigo Testamento, a palavra “santo” (heb qadosh) tem um duplo significado: “dedicado ao serviço do Senhor” e “puro e brilhante”. Em virtude da vocação divina, Israel partilharia destes dois atributos. Bíblia Shedd.

Como Israel poderia merecer ser escolhido sobre todas as outras nações daquele tempo? Esta não era uma questão do mérito de Israel, mas da manutenção das promessas de Deus a seus ancestrais. Life Application Study Bible Kingsway.

misericórdia. De hesed, palavra que não possui equivalente exato em português. Reflete os conceitos de amor ardente, desejo fervoroso, bondade desinteressada, graça, favor e misericórdia. Representa o ápice da abnegação tanto em Deus como no ser humano. CBASD, vol. 1, p. 1071.

12 se, ouvindo. A palavra traduzida como”se” é, na verdade, um substantivo que significa “consequência”. … a tradução neste caso não seria “se”, mas “como consequência de”, apontando para as recompensas por considerar os preceitos do Senhor. CBASD, vol. 1, p. 1071.

13 cereal … vinho … azeite. Três artigos fundamentais da economia agrícola antiga, aqui símbolos da prosperidade (11.14; 14.23; 18.4) “Vinho novo”, aqui, não é o produto já envelhecido e fermentado, mas o suco de uva que saía novo do lagar (Pv 3.10); o”azeite” é o de oliveira, usado para cozinhar e como combustível para as lâmpadas. Bíblia de Genebra.

Modo comum no AT de resumir os produtos dos campos, das vinhas e dos olivais. Bíblia de Estudo NVI Vida.

12-14 Os habitantes da terra atribuíam as bênçãos da fertilidade aos seus deuses da natureza, e não ao verdadeiro Deus. Bíblia Shedd.

15 doenças malignas dos egípcios. [ver tb Êx 15.26 e Dt 28.60]. As leis alimentares proviam Israel com alguma proteção contra os parasitas comuns que eram abundantes no Egito. Bíblia de Genebra.

Nas Escrituras, as piores enfermidades aparecem identificadas com o Egito (Êx 15:26; Dt 28:27, 35). Se os filhos de Israel houvessem cooperado com os princípios do viver saudável dados por Deus, “teriam sido desconhecidas entre eles a fraqueza e a moléstia” (PP, 378). Eles teriam se tornado exemplos de saúde e resistência física, com um expressivo aumento de força mental e moral. CBASD, vol. 1, p. 1072.

18 não tenhas temor. A nova geração devia evitar o espírito de temor (medo) demonstrado por seus pais, por cujo motivo  pereceram no deserto (Nm 14:35). O temor, o oposto de fé, não coopera com Deus. Por isso, deus não pôde conduzir à terra prometida a geração anterior, que, de outro modo, poderia ter tido o privilégio de desfrutá-la (Hb 3:12, 19). CBASD, vol. 1, p. 1072.

22 pouco a pouco. Isto é, à medida que estivessem preparados para ocupá-la (Êx 23:29). Se fosse permitido que a terra se convertesse num deserto [lugar desabitado], as dificuldades que os filhos de Israel teriam de enfrentar seriam muito maiores. CBASD, vol. 1, p. 1072.

21-24 Moisés disse aos israelitas que Deus destruiria os inimigos de Israel, mas não de uma vez só. Deus tinha poder para destruir aquelas nações instantaneamente, mas escolheu fazer isto em estágios. Do mesmo modo, e com o mesmo poder, Deus poderia miraculosamente e instantaneamente mudar a sua vida.Usualmente, contudo, ele escolhe ajudar você gradualmente, ensinando uma lição por vez. Ao invés de esperar maturidade espiritual e soluções para seus problemas instantâneas, desacelere e trabalhe um passo de cada vez, confiando que Deus suprirá a diferença entre o lugar onde você deveria estar e onde está agora. Você logo olhará para trás e verá que transformação maravilhosa ocorreu. Life Application Study Bible Kingsway.

26 coisa abominável.Isto é, devotada à destruição. Tocar ou abrigar o que estava destinado à destruição significava sofrer o mesmo destino. Compare a mensagem de Deus com a transmitida a Acabe(1Rs 20:42). CBASD, vol. 1, p. 1072.

25, 26 Moisés advertiu Israel contra serem enredados pelos ídolos das nações derrotadas por cobiçarem a prata e ouro nelas. Nós podemos pensar que está tudo bem estarmos próximo do pecado desde que não participemos dele. “Afinal”, dizemos, “não farei nada errado!”. Mas estar perto pode nos fazer mal ao sermos atraídos e finalmente desistirmos. O único modo de mantermos afastados do pecado é nos mantermos afastados! Life Application Study Bible Kingsway.



DEUTERONÔMIO 7 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ
22 de junho de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

DEUTERONÔMIO 7 – Em essência, “Deus é amor” (1 João 4:8). Possuindo caráter imutável (Malaquias 3:7), e misericórdia renovável (Lamentações 3:22-23), Deus faz discurso amoroso em Deuteronômio.

Diante do ataque cruel de Satanás ao caráter de Deus, precisamos que nossos conceitos sejam fundamentados na revelação concedida por Deus.

Para evitar que absorvamos conceitos teológicos pervertidos, temos o livro de Deuteronômio, cujo tema principal “pode ser resumido nas seguintes palavras: escolha a vida: ame, obedeça e tema a Deus. A mensagem de Deuteronômio está centralizada no Senhor e em como responder ao amor, ao cuidado e à santidade de nosso maravilhoso Deus” sintetiza Jirí Moskala.

E Eugene Merril destaca que “a exigência básica de amor a Deus completo e exclusivo (6:5; 10:12) desdobra-se de várias maneiras em 7:1-11:32”. Em Deuteronômio 7 vemos o amor de Deus por Israel no pedido para destruir aos Seus inimigos. Leia atentamente cada sentença deste capítulo, depois considere os seguintes pensamentos:
• A razão do favor de Deus por qualquer ser humano não está inerente a algum mérito dele. Pois, o favor de Deus por alguém baseia-se razoavelmente em Seu imensurável amor. O mesmo caráter constantemente gracioso e misericordioso de Deus diante da inconstância de Israel permanece igual para conosco.
• A intrigante destruição instruída por Deus a ser realizada por Israel parece conflitante com Seu maravilhoso caráter – quando analisada superficialmente. Com profundo olhar espiritual, tal destruição descrita neste capítulo às sete principais nações pagãs seria mais pela relutância em aceitar a graça do que resultante da condição decadente da prática imoral e pecaminosa. Sendo que só há segurança e proteção em Deus contra as forças daquele que tem intenção de roubar, matar e destruir, rejeitá-lO implica preferir a destruição.
• Foi concedido um grande tempo de graça aos pagãos, o qual só foi útil para amadurecerem na maldade (Gênesis 15:16). O grau de perversidade era tão alto que o remanescente pagão que sobrasse seria suficiente para corromper inteiramente ao povo de Deus. Ciente disso, Deus insiste na destruição total deles.

Caso Israel seguisse pelo mesmo caminho deles, sofreria o mesmo destino. Não há predestinação arbitrária de Deus para a destruição. Todos somos predestinados à salvação; contudo, na rejeição da soberania divina em nossa vida consiste a fórmula da destruição!

Portanto, firmemo-nos em Deus! – Heber Toh Armí.



DEUTERONÔMIO 6 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO
21 de junho de 2022, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO DEUTERONÔMIO 6 – Primeiro leia a Bíblia

DEUTERONÔMIO 6 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL

DEUTERONÔMIO 6 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

Acesse os comentários em vídeo em nosso canal no Youtube (pastores Adolfo, Valdeci, Weverton, Ronaldo e Michelson)



DEUTERONÔMIO 6 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS – SHEMÁ
21 de junho de 2022, 0:50
Filed under: Sem categoria

1915 palavras

Deus quer nossa devoção exclusiva. Moisés exorta à obediência (1-3), enuncia o grande mandamento (4,5), apresenta os meios pelos quais as obrigações do pacto devem ser lembradas (6-9), adverte a Israel contra vários perigos (10-19) e diz aos pais como devem instruir os filhos (20-25) (Bíblia Shedd).

Temas ao Senhor A palavra heb. “temer” significa “ter pavor diante de”, “reverenciar”,”honrar” (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

para que bem te suceda O usufruto contínuo de Canaã da parte de Israel, bem como o usufruto do jardim do Éden por Adão, dependia da contínua fidelidade ao Senhor (Bíblia Shedd).

terra que mana leite e mel. Os israelitas poderiam ter conquistado tudo isto 40 anos antes. Números 13 e 14 explicam como o povo perdeu essa chance. Agora Moisés estava determinado a ajudar o povo a não incorrer no mesmo erro aguçando seu apetite pela linda terra e então explicando as condições para nela entrar. Life Application Study Bible.

4-9 Esta passagem provê o grande tema de Deuteronômio. Ela estabelece um padrão que nos ajuda a relacionar a palavra de Deus com nossas vidas diárias. Devemos amar a Deus, pensar constantemente em Seus mandamentos, ensinar Seus mandamentos a nossas crianças e viver cada dia de acordo com as diretrizes de Sua palavra. Deus enfatizou a importância dos pais ensinarem a Bíblia a seus filhos. A igreja e as escolas cristãs não podem ser uma evasão desta responsabilidade. Life Application Study Bible.

4,5 O grande mandamento (Mc 12:29,30) é essencialmente uma reafirmação do primeiro mandamento do decálogo em forma positiva. Não há muitos deuses mas UM Senhor, que é soberano e sem igual; assim, Israel teria de ter uma só lealdade. Esta é a verdade básica da qual tudo o mais depende (Bíblia Shedd).

Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Este versículo, frequentemente chamado de Shemá, com base na palavra inicial que significa “ouve”, tornou-se a grande confissão de fé monoteísta de Israel, sendo recitada todas as manhãs e finais de tarde pelos judeus (cf Mc 12.29). Bíblia de Genebra.

Literalmente, “Yahweh nosso Deus, Yahweh [é] Um” (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1)

Ou: “O Senhor, o nosso Deus, é um só Senhor”, ou “O Senhor é nosso Deus, o Senhor é um só”; ou ainda “O Senhor é nosso Deus, o Senhor somente”. Nota NVI. [“Escuta, ó Israel: O Senhor, nosso Deus, o Senhor é um!” v. NKJV.]

O monoteísmo – a crença em somente um Deus – era uma característica distintiva da religião hebraica. Muitas religiões antigas acreditavam em muitos deuses. … Este era um importante entendimento para a nação judaica porque eles estavam prestes a entrar em uma terra habitada por muitas pessoas que acreditavam em muitos deuses. Life Application Study Bible.

Esta grande proclamação, que se tornou mais tarde o centro da adoração diária judaica, enfatiza a unidade essencial do Senhor, o único Deus (comparar 4:35, 39). A palavra hebraica para “um” [echad ou ‘ehadh] é também usada para se referir a homem e mulher em Gênesis para Adão e Eva se tornando “uma carne” – dois seres se tornando “um”. À luz do NT, isto significaria que a santa Trindade de Pai, Filho e Espírito Santo (Mat. 28:19) é misteriosamente unida como uma divindade unificada (comparar Col. 1:19; 2:9). A unicidade de Deus pode também ser entendida no sentido que Ele é o único para Seu povo (comparar com Zac. 14:9 para todos os povos). Este é o conceito por trás do primeiro mandamento (Deut. 5:7; Êx. 20:3). Para mais sobre a pluralidade da Trindade, ver Gên. 1:26; Mat. 28:19 (Andrews Study Bible).

A palavra hebraica aqui empregada para “único” (‘ehadh), significa uma palavra composta, e, portanto, não excluía o conceito cristão de uma Trindade de Pessoas dentro daquela unidade. A palavra hebraica que expressa unidade absoluta é yahidh, e nunca é usada para expressar a unidade da Deidade (Bíblia Shedd).

Em  contraste marcante com as nações vizinhas, que eram politeístas, os hebreus criam em um único Deus. Esta profissão de fé tem sido uma espécie de senha do povo hebreu por mais de três mil anos (ver Mc 12:29). O apóstolo Paulo declara que esta verdade é fundamental para o cristianismo (1Co 8:4-6; Ef 4:4-6). Antes do descobrimento dos rolos do Mar Morto, o manuscrito mais antigo existente do AT era o papiro Nash, do 1º século a.C., que contém o decálogo e Deuteronômio 6:4 e 5) (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

Amará, pois, o Senhor teu Deus, de todo o coração … alma…força. Em Mat. 22:37-40, Jesus citou este verso de Deuteronômio como “o primeiro e maior mandamento” da lei. Então, Ele citou Lev. 19:18 (“amarás o teu vizinho/próximo como a ti mesmo”) e declarou: “Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.”  Portanto, Jesus considerou os princípios do amor por Deus e pelos outros seres humanos como a base da Escritura, ainda mais básicos que os Dez mandamentos, que proveem princípios baseados nos dois tipos de amor. O fato de  que amor é fundamental não deveria surpreender porque a Bíblia expressa o caráter de Deus como sendo amor (1 João 4:8) (Andrews Study Bible).

O tipo de amor que Deus quer (v. 5): 1) Um amor que envolve a todo o nosso ser (coração, alma); 2) Um amor que se entrega inteiramente (todo, toda, tudo); 3) Um amor que é ativo (a tua força).

Essa é a linguagem da devoção. Deus não exige mera obediência externa a alguma lei, mas o amor de todo o coração e a dedicação da pessoa inteira (Pv 23.26). Bíblia de Genebra.

6,7 Tornando a Palavra de Deus de valor prático: 1) Em nossas vidas pessoais (v.6); 2) Na instrução de nossos filhos (7ª); 3) Em nossa conduta diária (7b) (Bíblia Shedd).

Inculcarás A palavra assim traduzida significa “afiar”, “aguçar” (ver Dt 32:41); Sl 64:3; 140:3; Is 5:28). Portanto, denota um ensino claro e incisivo. Os pais têm grande responsabilidade em instruir seus filhos dia após dia (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

Se você quer que seu filho siga a Deus, deve fazer Deus parte de sua experiência diária. Você deve diligentemente ensinar seus filhos a verem Deus em todos os aspectos da vida, não apenas naqueles relacionados à igreja. Life Application Study Bible.

as atarás como sinal Os judeus antigos, interpretando à letra este versículo, encerraram em pequenas caixas, chamadas filactérios, alguns passos escritos da Lei, que atavam depois à cabeça ou às mãos (Bíblia Shedd).

umbrais… portas Isto é, em lugares de destaque para servir como lembranças frequentes (ver tb 11:20).  As portas poderiam ser as da cidade. Os judeus interpretam isto literalmente. Tais inscrições nas estruturas eram muito comuns no mundo antigo. Hoje as pessoas comumente colocam lembretes nas geladeiras (Andrews Study Bible).

10-13 Moisés advertiu às pessoas que não se esquecessem de Deus quando entrassem na terra prometida e se tornassem prósperas. a prosperidade, mais do que a pobreza, pode embotar nossa visão espiritual porque ela  tende a nos tornar auto suficientes e ansiosos em adquirir mais e mais de tudo – com exceção de Deus.O mesmo pode acontecer com nossa igreja. Uma vez que nos tornamos bem sucedidos em termos numéricos, programas e edificações, podemos facilmente nos tornar auto suficientes e menos sensíveis de nossas necessidades de Deus. Isto nos leva a nos concentrar em auto preservação em vez de gratidão e serviço a Deus. Life Application Study Bible.

12 Casa da servidão Literalmente, “casa de escravos”. Nesse caso, o lugar onde Israel morava antes, o Egito, é referido como “casa” (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

13-16 Jesus citou estes versículos por ocasião de Sua tentação (Bíblia Shedd).

13 Citado parcialmente por Jesus em resposta à tentação de Satanás (Mt 4.10; Lc 4.8). Jesus também citou Deuteronômio em resposta às duas outras tentações do diabo [também 6:16 e 8:3]. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Jurarás Isto é, obrigar-se a algo sob juramento. A palavra assim traduzida é da mesma rais do numeral sete. A implicação é que quando alguém “jura” ele se compromete sete vezes, significando uma obrigação da qual nada pode livrá-lo (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

outros deuses Esta ordem está intimamente ligada ao v. 13; não deviam sequer mencionar o nome de outros deuses (Êx 23:13; Js 23:7; Jr 5:7) (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

16 Não tentarás o Senhor Cf Sl 95:8,9 e Hb 3.15. Israel não devia ser presunçoso ao ponto de submeter Deus a um teste, buscando prova de Sua presença e poder. Devemos confiar na suficiência de Sua Palavra (Bíblia Shedd).

Literalmente “testar”, “tentar”, “provar”. Nesse caso, não tem o sentido moderno de incitar ao pecado. A mesma palavra é usada ao se referir ao ato de Deus de “provar” ou “testar” o ser humano, para desenvolver  seu caráter e fortalecer a fé e a lealdade a Ele (ver Gn 22:1; Êx 20:20; Dt 8:2, 16; Dn 1:14). … Em Massá, Israel reverteu o processo e de forma desafiadora pôs Deus á prova (Êx 17:2, 7). Quando Satanás desafiou Cristo a de jogar do pináculo do templo, Cristo citou Deuteronômio 6:16 (Mt 4:7). Se Cristo tivesse seguido a sugestão, teria demonstrado presunção em vez de fé. A presunção é a contrafação da fé (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

O tentaste em Massá Ver Êx. 17:1-7. Massá significa “Lugar de teste”. Aqui os israelitas testaram Deus no sentido negativo da ingratidão e rebeldemente questionaram se Ele estava ou não entre eles (Êx. 17:7), a despeito das miraculosas maneiras pelas quais Ele os tinha libertado. Por contraste, existe um modo positivo de testar o Senhor, experimento Suas promessas de bênção (Mal. 3:10; comparar com Sal. 34:8) (Andrews Study Bible).

19 todos os teus inimigos Isto é, todos os que se opunham à ocupação da terra prometida pelo povo de Israel. Com a persistente recusa em honrar o verdadeiro Deus, eles fizeram a si mesmos inimigos dEle, e por conseguinte os inimigos de Seu povo escolhido (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

20 quando teu filho te perguntar Ver Êx 13:14. Sempre foi o propósito de Deus que os pais assumissem a responsabilidade de instruir os filhos nos deveres para com Deus (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

que significam os testemunhos A Palavra de Deus é válida para cada geração. Nossa responsabilidade é compreender a Sua palavra para que possamos prestar adoração e serviço inteligente, a fim de transmitir a outros essa grande herança (Bíblia Shedd).

23 Dali nos tirou A libertação miraculosa do povo da escravidão literal deveria ser sempre lembrada como evidência do poder de Deus e das exigências que Ele faz. A libertação do Egito implica também libertação do pecado (ver Rm 6:12-23; 8:21) (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

24 Para o nosso perpétuo bem Tudo o que Deus requer do ser humano é para seu próprio bem. As restrições que impõe são uma proteção contra os perigos espirituais que podem não ser aparentes. Um pastor não constrói um redil ao redor das ovelhas para impedi-las de se divertirem com o lobo, mas sim para preservá-las (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

25 será por nós justiça Ver também 24:13. Aqueles que seguem os comandos de Deus estão corretos, sem medo de condenação (contrastar com 15:9; 24:15). Claro está, porém, que esta retidão não soluciona o problema de que todos nós pecamos (Rom. 3, especialmente v. 23) (Andrews Study Bible).

A lei desvenda o padrão de conduta que é justiça perante Deus. Justiça, heb tsdhaqah, é uma das palavras-chaves do Antigo Testamento. Significa tudo aquilo que é reto, justo e verdadeiro, resumindo num “juízo de justiça” (18.18) ou “num peso inteiro e justo” (22.15), cf. Pv 24.15; 25.5 (Bíblia Shedd).

Literalmente, “justiça será [creditada] a nós”. Isso sugere que a submissão à revelada vontade de Deus, com a força que Ele provê em Cristo (Rm 8:3, 4; Gl 2:20), é aceita como se a “justiça” fosse própria do ser humano. A justificação se dá somente pela fé (Rm 5.1), mas “a fé sem obras é inoperante” [ou: apenas uma “crença abstrata”, cf. prof. Wilson Endruveit] (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).



DEUTERONÔMIO 6 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ
21 de junho de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

DEUTERONÔMIO 6 – O último livro do Pentateuco deveria ser assiduamente estudado por todo fiel mordomo das preciosas riquezas do evangelho.

O ensino intenso e sistemático ordenado por Deus neste capítulo revela que nenhuma criança pode ser deixada às forças de suas inclinações, pois, são corruptos desde a infância. Conquanto, desde cedo, devem ser perseverantemente corrigidos. Desta forma, não há como exagerar o quanto a educação é primordial.

Precisamos estudar! Ellen White motiva-nos dizendo: “Deuteronômio deve ser cuidadosamente estudado hoje… Nele a lei é repetida”; e, “devia ser repetida com frequência… Para que seus preceitos não fossem esquecidos, ela devia ser conservada diante do povo e devia ser sempre exaltada e honrada. Os pais deviam ler para os filhos, ensinando-a para eles como regra sobre regra, preceito sobre preceito. E em ocasiões públicas, a lei devia ser lida aos ouvidos de todo o povo” (CBASD, v. 1, p. 1233).

Deuteronômio 6 chama adultos, pais, professores e pastores à responsabilidade espiritual em nossa sociedade imoral. Devemos estar cientes que, naturalmente, nosso amor não está focado nos princípios divinos; ninguém nasce amando genuinamente a Deus. Desde bebê, os seres humanos devem aprender amá-Lo através da teoria e exemplos constantes.

Deuteronômio 6 mostra quão difícil é lidar com a natureza corrompida pelo pecado, evidente desde tenra a infância. Desta forma, os pais são grandemente responsáveis pelo bem-estar social. Para isso, a religião deve ser central em toda ocasião. O conhecimento do verdadeiro Deus e Seus princípios são essenciais no seio familiar. Negligenciar isso implica descuidar do destino familiar, eclesiástico e social…

Deus mesmo revela-nos que nosso amor não pode estar focado no objeto errado. Amar outros deuses implica não apenas perder tempo, mas perder Sua proteção (Deuteronômio 6:13-15).

Equilibradamente, este capítulo combate legalismo, liberalismo e perfeccionismo, mostrando que o âmago da aliança divina com a humanidade “não é a obediência compulsória ou obrigatória, mas o amor. O amor de Deus é evidente em Seu desejo de que tudo vá bem [com Seu povo]. Todos os mandamentos divinos fluem desse amor, que por sua vez flui do caráter de Deus. Há um só Deus, um só amor, uma só lei”, destaca Paul House.

Aprenderemos a essência da verdadeira religião para não vivermos equivocadamente pensando estar agindo corretamente? Urgentemente, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



DEUTERONÔMIO 5 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO
20 de junho de 2022, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO DEUTERONÔMIO 5 – Primeiro leia a Bíblia

DEUTERONÔMIO 5 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL

DEUTERONÔMIO 5 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

Acesse os comentários em vídeo em nosso canal no Youtube (pastores Adolfo, Valdeci, Weverton, Ronaldo e Michelson)



DEUTERONÔMIO 5 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ
20 de junho de 2022, 0:50
Filed under: Sem categoria

DEUTERONÔMIO 5 – Deuteronômio 5 está recheado da graça divina – quando se estuda com atenção, sem ideias pré-concebidas. Os Dez Mandamentos foram proferidos graciosamente por Deus (Deuteronômio 5:1-21). É um presente especial a um povo especial. Deus falou audivelmente ao povo sobre Sua intenção de elevar à moral de todos através da lei moral (Deuteronômio 5:22-33). Um Deus santo aproximou-Se de uma multidão de pecadores e ninguém morreu. Isso é graça sobre graça para libertar da desgraça (Deuteronômio 5:24).

Ellen White apela veementemente a nós: “Peço-lhes que estudem os capítulos de 4 a 8 de Deuteronômio, a fim de entender o que Deus requeria de Seu povo na Antiguidade para que fossem um povo santo. Estamos nos aproximando do dia da grande revisão final de Deus, quando as pessoas deste mundo precisarão estar diante do Juiz de toda a Terra para responder por seus atos. Estamos agora em tempo de investigação. Antes do dia da revisão de Deus, o caráter de todos será investigado, e cada caso decidido para a eternidade. Que as palavras do servo de Deus registradas nesses capítulos sejam lidas com proveito” (CBASD, v. 1, p. 1233).

Deus falou, o Sinai foi uma experiência audiovisual cósmica, conforme destacou Christopher Wright; sendo assim, R. Albert Mohler Jr. sintetizou: Se Deus falou…
• …nós sabemos.
• …sabemos apenas pela misericórdia.
• …nós também temos que falar (testemunhar dessa realidade).
• …tudo é a respeito de Deus, e tudo é para nosso bem.
• …é para nossa redenção.
• …devemos obedecer.
• …devemos confiar.
• …devemos testemunhar, declarando a verdade revelada.

No sermão de despedida, Moisés ressalta que o evento no Sinai “foi algo totalmente novo feito por Deus no que diz respeito à grande obra da redenção. Deus nunca havia feito nada parecido antes [Deuteronômio 4:33-34]. Esse é um grande avanço da obra da redenção, a qual teve início e se realizou a partir da queda do homem, um grande passo dado pela providência divina na direção da preparação para a vinda de Cristo ao mundo, na realização de Sua grande e eterna redenção. Porquanto esse era o povo por quem Cristo havia de vir, e agora, podemos ver como essa muda, plantada por Deus em Abraão, floresceu” (Jonathan Edwards).

A Bíblia é a fala de Deus transcrita em caracteres legíveis/inteligíveis! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: