Reavivados por Sua Palavra


Cantares 4 by jquimelli
20 de fevereiro de 2014, 0:00
Filed under: amor conjugal | Tags: , ,

Comentário devocional:

O capítulo 4 (e o primeiro verso do capítulo 5) retrata a cerimônia de casamento entre Salomão e sua amada. Apenas neste capítulo Salomão a chama de “minha noiva” (versos 8, 9, 10, 11, 12, e 5:1). 

Tanto a noiva quanto o noivo descrevem a beleza da pessoa amada com louvor exuberante, aqui e mais adiante no livro (4:1-7, 8-15; 5:10-16; 6:4-10; 7:1-9 ), de modo similar às canções de louvor (chamadas wasfs), dos atuais casamentos rurais na Síria. As mútuas descrições de beleza da pessoa amada nem sempre se referem à beleza física, mas muitas vezes retratam as qualidades morais admiráveis dos amantes. 

A descrição de Salomão de sua noiva: “Você é toda linda, minha querida; em você não há defeito algum” (v. 7, NVI) encontra eco na descrição que Paulo faz da noiva de Cristo, a igreja (Efésios 5:27).

A expressão “jardim fechado”, utilizada por Salomão para referir-se à sua noiva no verso 12, denota virgindade. Isso indica que, no momento do casamento, ela ainda era virgem. No Cântico dos Cânticos a relação sexual entre os amantes ocorre apenas no contexto do compromisso do casamento. Este verso é um forte incentivo para a abstinência sexual até o casamento.

Os versos 4:16 e 5:1 constituem o centro exato e o ápice de Cantares, com igual número de linhas poéticas de cada lado destes dois versos. Aqui a noiva convida seu noivo (Salomão) a vir e participar dos frutos do jardim dela (agora dele!) (verso 16), e o noivo alegremente aceita o convite (5:1). Isso equivale à cerimônia pública atual da troca de alianças e dos votos de casamento em que a noiva convida e o noivo aceita, de bom grado, completar a aliança de casamento através da união sexual. Na parte final do verso (5:1) é a autoridade da voz do próprio Deus que pronuncia uma bênção sobre o casamento recém concluído, assim como Ele pessoalmente oficiou e abençoou o primeiro casamento no Jardim do Éden (Gênesis 2:22-24).

Senhor, oramos por nossos jovens, para que possam permanecer puros até o casamento guardando-se sexualmente para o cônjuge. Obrigado, Deus, por afirmares a beleza do amor sexual conjugal. Amém.

Richard M. Davidson
Professor de Interpretação do Antigo Testamento
Universidade Andrews

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/son/4/

Traduzido por JDS/JAQ/GASQ

Texto bíblico: Cantares 4 




%d blogueiros gostam disto: