Reavivados por Sua Palavra


João 9 by jquimelli
17 de janeiro de 2015, 1:00
Filed under: cura, milagres, restauração | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Ser capaz de ver é, sem dúvida, um dos maiores dons de Deus. Algo que tomamos como certo até perdermos a visão devido a alguma fatalidade. Um dos presentes mais incríveis de Deus para mim é acordar de manhã e poder ver o rosto da minha amada esposa. Olhar para o rosto dela me enche de alegria todos os dias.

O homem da leitura de hoje nasceu cego. Não consigo sequer imaginar como seria ter um filho com tal debilidade. Para adicionar mais dor à história, a teologia popular da época de Jesus era que toda doença era o resultado de um pecado específico – seja da própria pessoa ou de seus pais. Como o homem havia nascido cego, imaginava-se que o pecado teria sido cometido pelos pais.

A maravilhosa certeza é que quando Jesus entra em contato com um ser humano a bênção dEle alcança todas as esferas de sua vida. A cura experimentada nesta narrativa tem impacto tanto físico como espiritual sobre o que era doente.

“Não somente lhe fora restaurada a visão natural, mas haviam-lhe sido abertos os olhos do entendimento. Cristo lhe fora revelado à alma, e ele O recebeu como o Enviado de Deus”(O Desejado de Todas as Nações, p. 415).

Ao aceitarmos os presentes que Deus nos concede, reconheçamos as dimensões temporais e eternas de Suas bênçãos. E quando encontrarmos pessoas sofredoras ao nosso redor, sigamos o exemplo de Jesus e procuremos aliviar suas necessidades físicas, emocionais ou espirituais.

Willie Oliver
Diretor Departamento dos Ministérios da Família
Conferência Geral dos Adventistas do Sétimo Dia
Texto original:  http://revivedbyhisword.org/en/bible/jhn/9/
Traduzido por JAQ/JDS
Texto bíblico: João 9 
Comentário em áudio 



Marcos 9 by jquimelli

Comentário devocional:

O relato de Marcos difere dos outros três evangelhos. Todo o seu foco está sobre o poder de Deus. Na mente de Marcos, a melhor maneira de demonstrar o grande poder de Deus é mostrar o que Ele é capaz de fazer. Por isso, as páginas que ele escreveu estão cheias de poderosas obras – milagres – em muito maior número do que os milagres registrados pelos outros evangelistas.

Os milagres registrados em Marcos estão cheios de vitórias sobre o inimigo. Você pode achar um pouco estranho eu dizer isso, mas é por isso que eu amo Marcos. E este capítulo ilustra o que eu quero dizer.

Descendo as encostas da montanha, onde Pedro, Tiago e João tinham recebido o retrato de uma “mini Segunda Vinda”, Jesus descobriu um pai muito perturbado. Este homem buscava uma demonstração do poder de Deus, em benefício de seu filho possuído pelo demônio.

Os discípulos, que tinham permanecido na base da montanha, não estavam à altura da tarefa. Agora a necessidade do pai é canalizada a Jesus nesta questão embaraçosa: “se podes fazer qualquer coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos.” (Mc 9:22 NVI). Jesus então transformou a questão do desejo do pai em uma exibição externa de poder em convocação à fé interior.

Fé e entrega devem preceder o poder! Jesus procurou chamar o pai em um relacionamento eterno com a Divindade: “Se você pode crer, todas as coisas são possíveis ao que crê” (Mc 9:23 NKJV). A resposta do pai foi imediata, ao ele gritar: “Senhor, eu creio. Ajuda a minha incredulidade!” (Mc 9:24 NKJV).

Esta é a oração perfeita! É a que brota de um coração sincero, quebrado, e desesperado. Esta é a oração que você e eu devemos fazer. Muitas vezes nos achegamos a Deus buscando bênçãos e não relacionamento. Deus está nos convidando a entrar em um relacionamento experimental com Ele e a partir deste relacionamento virá o poder. Deus está procurando um povo a quem Ele possa confiar o grande poder da Chuva Serôdia. E não vai concedê-lo a alguém que não esteja totalmente entregue a Ele. Você está?

Não importa que dificuldades estejam ocorrendo em sua vida neste exato momento, clame a Deus, busque-O de todo o seu coração, submeta a Ele todos os aspectos de sua vida, e Ele responderá a você com o poder.

Jim Ayer
Vice-Presidente Rádio Mundial Adventista

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/mrk/9/
Traduzido por JAQ/GASQ
Texto bíblico: Marcos 9 
Comentário em áudio 



Marcos 5 – Comentários selecionados by jquimelli
4 de dezembro de 2014, 0:00
Filed under: cura, milagres | Tags: ,

1 terra dos gerasenos. O caráter gentílico da população se torna claro, uma vez que os judeus não criavam porcos, porque a lei mosaica os considerava animais impuros. Bíblia de Genebra.

7 Que tenho eu contigo […]? O desafio à autoridade de Jesus … realmente significava: “Que direito tens Tu de interferir em mim?”. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 5, p. 658. 

Rogo-Te por Deus que não me atormentes! O demônio percebeu que seria castigado e usou a linguagem mais contundente que conhecia, embora seu apelo a Deus fosse estranhamente irônico. Bíblia de Estudo NVI Vida.

9 Legião. Jesus força o demônio a se desmascarar. Ele não é apenas um, mas muitos. Uma legião romana compunha-se de seis mil homens. Bíblia de Genebra.

Esta foi possivelmente a maior força demoníaca que Jesus encontrou e sobre a qual Ele demonstrou Sua autoridade. Este parece ser o objetivo de Marcos, porque ele concede muito espaço à história … Vemos que Jesus se encontrou com uma legião do exército de Satanás e não apenas demonstrou ter autoridade sobre eles, mas os colocou a correr. E mais, eles admitiram a divindade de Jesus quando disseram que Ele era o “Filho do Deus Altíssimo” (v. 7). Andrews Study Bible

12 Manda-nos. O objetivo de Satanás era fazer com que o povo da região se voltasse contra o Salvador, dando a impressão de que Ele era responsável pela destruição de suas propriedades. CBASD, vol. 5, p. 559.

15 assentado. Em comparação com o seu violento comportamento anterior e com a recente destruição dos porcos, o homem “assentado, vestido, em perfeito juízo” expressa com eloquência a paz e a restauração vivificante, que provêm do poder de Deus (4.39; 9.26-27). Bíblia de Genebra.

vestido. O princípio conhecido como “a economia do milagre” indica que Deus em geral não opera milagres em que o resultado pode ser conseguido por meios naturais nem faz o que pode ser realizado através do esforço humano. Em harmonia com esse princípio, é improvável que as vestes do homem então usava tivessem sido providenciadas miraculosamente. É mais provável que os discípulos tivessem compartilhado roupas como o homem. CBASD, vol. 5, p. 660.

19 Vai para tua casa. Este homem se torna o primeiro missionário gentio. Bíblia de Genebra.

Anuncia-lhes. Entre gentios pagãos não havia necessidade de se guardar o segredo messiânico. … Todos os elementos da grande comissão missionária encontram-se neste versículo. (cf Mt 28.19ss). Bíblia Shedd.

20 Decápolis. Uma confederação de dez cidades gregas localizadas ao nordeste da Palestina, incluindo, nela, a própria Damasco. Bíblia Shedd.

21 a outra margem. Jesus voltou à margem oeste do lago, talvez a Cafarnaum. Bíblia de Estudo NVI Vida.

22 dirigentes da sinagoga (NVI). O dirigente da sinagoga era um leigo com responsabilidades administrativas, entre as quais zelar pelo patrimônio e supervisar o culto. Bíblia de Estudo NVI Vida

Ainda que fosse um leigo, as responsabilidades de um chefe eram social e religiosamente importantes, incluindo não só a conservação do edifício, mas, também, a condução própria do serviço e a escolha das leituras da Torá. Bíblia de Genebra.

25 uma hemorragia. A condição da mulher era não só fisicamente debilitante, mas também a desqualificava tanto para o casamento (Lv 20.18) quanto para a vida religiosa em geral (Lv 15.25-33). Bíblia de Genebra.

Sua existência era deplorável porque as pessoas em geral a evitavam, visto que quem tivesse o mínimo contato com ela ficaria impuro (Lv 15.25-33). Bíblia de Estudo NVI Vida.

26 médicos. A mulher que gastou tudo o seu dinheiro inutilmente, é semelhante àqueles que procuram o alívio do pecado por meio de “boas ações” e de obediência a ritos religiosos, em vez de unicamente confiar em Cristo. Bíblia Shedd.

28-29 ficarei bemcurada (NKJV). A mesma palavra grega traduzida por “bem” e “curada” [sozo, cf. 6.13n] pode também ser traduzida por “salva”. Os milagres de cura de Jesus eram terapêuticos tanto física quanto espiritualmente. Andrews Study Bible.

30 poder. Dr dunamis, a palavra mais comum para designar “milagre” (cf 6.2). Bíblia Shedd.

Quem, está no feminino (no gr), indicando, assim, que Jesus na realidade, já sabia que pessoa O tocara. Bíblia Shedd.

32 olhava ao redor. Para uma mulher que tinha sido uma rejeitada social por tantos anos, a cura só se completa quando Jesus a identifica publicamente, elogiando sua fé, declarando a todos que ela está curada (v. 34) e purificada. Bíblia de Genebra.

34 curou. O grego significa literalmente “salvou”. Aqui estão em jogo a cura física (“fique livre do seu sofrimento”) e a salvação espiritual (“Vá em paz”). As duas são muitas vezes vistas juntas em Mc (v. 2.1-12; 3.1-6). Bíblia de Estudo NVI Vida.

36 Não temas. O tempo dos verbos significa, “Para de temer; continua crendo…” Bíblia Shedd.

38 pranteavam.Nas culturas do Oriente Médio, prantear era uma expressão habitual de luto e, às vezes, apelava-se para pranteadores profissionais. Bíblia de Genebra.

alvoroço. Mateus menciona os flautistas …, os quais ainda hoje comparecem aos funerais orientais e tocam suas tristes melodias, que eram e ainda são consideradas essenciais. O famoso rabi Judá indicou o dever de um israelita nestas palavras: “Mesmo o homem mais pobre em Israel [para o funeral de sua esposa] deve providenciar no mínimo duas flautas e uma pranteadora” (Mishnah Kethuboth, 4.4, ed. Soncino, Talmude, p. 266). CBASD, vol. 5, p. 664.

39 dorme. Nenhuma comparação é mais apropriada para a morte do que o sono, que muitas vezes significa libertação de cansaço, desapontamento e dor. … A metáfora confortadora em que o “sono” significa “morte” parece ter sido a maneira predileta de Cristo Se referir a essa experiência (ver com. de Jo 11:11-15). A morte é um sono, mas é um sono profundo do qual unicamente o grande doador da vida pode nos despertar, pois somente Ele tem as chaves da morte (ver Ap 1:18; cf Jo 3:16; Rm 6:23). CBASD, vol. 5, p. 664.

A filosofia grega de que quando alguém morre sua alma vai para o céu ou para o inferno e o corpo permanece na sepultura não tem suporte na Escritura. A morte é apenas um sono até que o Doador da vida ressuscite a pessoa toda, como Jesus ressuscitou a filha de Jairo. Andrews Study Bible.

40 riam-se. Do gr. katagelao, “escarnecer”. Foi mais do que um simples riso. Não é de admirar que Jesus os fez sair do quarto antes de despertar a menina do sono da morte. CBASD, vol. 5, p. 664.

mandado sair a todos. Jesus não está interessado num grande espetáculo. Bíblia de Genebra.

41 Talitá Cumi. O aramaico era a língua popular falada na Palestina. Marcos dá a tradução para outros termos aramaicos (3.17; 7.11, 34; 10.46; 14.36), de modo a tornar sua narrativa mais clara para os que não tinham familiaridade com essa língua. Bíblia de Genebra.

Talitá, lit, “cordeirinha”. Bíblia Shedd.

42 a menina se levantou. Este é o único caso de ressurreição relatado nos três evangelhos sinóticos. CBASD, vol. 5, p. 665.

43 não dissessem nada a ninguém. Na vizinhança da Galileia, Jesus muitas vezes advertia as pessoas por ele curadas de não espalharem a história do milagre. Sua grande popularidade junto com a oposição crescente dos líderes religiosos poderia precipitar uma crise antes de se completar o ministério de Jesus (v. 1.44; 5.19; 7.36; 8.26). Bíblia de Estudo NVI Vida



Marcos 3 by jquimelli
2 de dezembro de 2014, 0:30
Filed under: Messias, milagres | Tags:

Comentário devocional:

A afirmação de Jesus que Ele era o Filho de Deus O levou à cruz (Mt 26:63-67). Marcos 3 revela a controvérsia que ocorreu no início do ministério de Jesus a respeito de Sua identidade e a fonte de Seu poder para realizar milagres. Lemos nos versos sete a doze que uma grande multidão seguia Jesus por causa dos milagres que Ele havia feito. Quando Ele expulsou os espíritos malignos, estes gritaram: “Tu és o Filho de Deus” (verso 11). Mas Jesus lhes disse para ficarem quietos. Disseminar esta informação prematuramente comprometeria Seu ministério.

Questionamentos a respeito de Sua identidade e poder seguiram Jesus onde quer que fosse. Nos versos 7-10, 20, 21 lemos sobre uma multidão atraída por Jesus que era tão grande que nem Jesus nem os seus discípulos tinham tempo para comer. O frenesi da multidão deixou Jesus vulnerável a acusações de perturbação civil. Para o observador casual, Sua vida parecia fora de controle. Sua própria família comentou: “Está fora de Si” (Mc 3:21 ARA).

Um professor da lei emitiu sua própria teoria: “Ele está possesso de Belzebu! E: É pelo maioral dos demônios que expele os demônios” (verso 22 ARA). Esta acusação inspirou a conhecida resposta de Jesus: “Se uma casa estiver dividida contra si mesma, tal casa não poderá subsistir” (verso 25 ARA).

No final, houve aqueles que decidiram seguir a Jesus, porque estavam convictos de que Ele era o Filho de Deus. E valia a pena segui-Lo e obedecer a Suas palavras não apenas porque Ele realizava milagres, mas porque Ele falava pelo Pai e revelava a vontade de Deus. Esses seguidores de Jesus tornaram-se parte de Sua família. Como Ele declarou: “Qualquer que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, irmã e mãe” (verso 35).

Que privilégio o nosso de nos tornarmos parte da família de Jesus, reconhecendo-O como Deus e Salvador e amá-Lo!

David Smith,
Pastor da Igreja da University Collegedale
Tennessee, EUA

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/mrk/3/
Traduzido por JAQ/JDS
Texto bíblico: Marcos 3 
Comentário em áudio 




%d blogueiros gostam disto: