Reavivados por Sua Palavra


Mateus 8 by jquimelli
9 de novembro de 2014, 0:30
Filed under: amor, religião viva, virtude | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Em seus últimos anos, Thomas Jefferson, terceiro presidente dos Estados Unidos, criou um “novo” evangelho, ao qual ele chamou de: “A Vida e os Costumes de Jesus de Nazaré”. Usando uma lâmina de barbear, Jefferson recortou e colou alguns versos que ele selecionou dos livros de Mateus, Marcos, Lucas e João, colocando-os em ordem cronológica. Ele misturou trechos de um Evangelho com os de outro, criando uma narrativa única. Mas em sua composição ele excluiu todas as seções do Novo Testamento que continham aspectos sobrenaturais. Em outras palavras, ele criou o seu próprio evangelho sem milagres.

Thomas Jefferson podia aceitar Jesus, mas ele não aceitava Seus milagres. No entanto, ao excluir os milagres dos Evangelhos ficamos com muito pouco de Jesus, porque sem milagres não podemos conhecer plenamente o que Jesus realmente é: o Filho de Deus.

Quando Jesus terminou o Sermão da Montanha, “as multidões estavam maravilhadas com o seu ensino, porque ele as ensinava como quem tem autoridade” (Mat. 7:28-29 NVI). Ao colocar o Sermão do Monte nesta parte específica do Evangelho, Mateus apresenta a autoridade de Jesus, em primeiro lugar, na pregação.

A coleção de milagres relatados por Mateus demonstra inequivocamente a autoridade de Jesus.

Em primeiro lugar, Jesus tem autoridade sobre as doenças. Mateus demonstra isto apresentando histórias de cura do leproso, do servo do centurião e da sogra de Pedro (versículos 1-17).
Em segundo lugar, Jesus é apresentado como aquele que tem autoridade sobre a natureza, quando Ele acalma a tempestade (versos 23-27).
Em terceiro lugar, Jesus tem autoridade sobre os poderes demoníacos (versos 28-34).

Hoje podemos enfrentar doenças, mas lembremo-nos de que Jesus tem autoridade sobre elas.
Nossos campos podem estar sob perigo de seca, mas lembremo-nos de que Jesus tem autoridade sobre a natureza.
Finalmente, podemos ser atormentado por demônios, mas lembremo-nos que mesmo os demônios sabem quão poderoso é o nosso Senhor Jesus.

Oleg Kostyuk
Hope Channel



Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/mat/8/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Mateus 8 

Comentário em áudio



Mateus 8 – Comentários selecionados by jquimelli
9 de novembro de 2014, 0:00
Filed under: Messias, Reino de Deus | Tags: , , ,

1 descendo. Encerrou-se um dos cinco grandes grupos de ensinamentos que Mateus ajuntou, nos cap 5-7; os outros encontram-se nos cap. 10, 13, 18 e 24-25. Bíblia Shedd.

2,3 leproso. Ninguém poderia por em perigo a sua pureza ritual ou física entrando em contato com eles, muito menos tocá-los. Mas Jesus não apenas o curou. Jesus o tocouAndrews Study Bible.

4 não o digas a ninguém. Talvez por várias razões: 1) Jesus não queria ser considerado somente operador de milagres, 2) não queria que seu ministério de ensino fosse prejudicado pela publicidade exagerada de seus milagres de cura e 3) não queria que sua morte fosse precipitada, i. e., ocorresse antes de Ele ter terminado o Seu ministério. V. 9.30. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Moisés ordenou. As leis sobre a lepra (V. cap 13 e 14) eram pormenorizadas, e o conceito da quarentena teve seu início naquela época. A palavra traduzida por “lepra” (heb çãra’ath) é uma definição genérica de várias desordens na pele, havendo rara coincidência com o tipo mais comumente conhecido. Para os hebreus, simbolizava o pecado, por ser nojento, contagioso e incurável. Jesus, ao curá-la, revela parte da natureza do Seu ministério. Bíblia Shedd.

5 um centurião. Oficial do império Romano, comandante de uma centúria ou destacamento de 100 soldados. Bíblia Shedd.

11 tomarão lugares à mesa com Abraão. Era assombroso e escandaloso Jesus retratar gentios impuros comendo com os santos patriarcas. … Comer junto demonstrava companheirismo, amizade e solidariedade. Andrews Study Bible.

tomarão lugares. Do gr. anaklino, “reclinar”. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 5, p. 379.

14, 15 Esta passagem dos evangelhos indica que Pedro era casado e que possuía casa, como se vê em Mc 1.29. Paulo menciona que Pedro levava a esposa nas viagens missionárias. Bíblia Shedd.

17 para que se cumprisse. Mateus mostra a Jesus Cristo como o Rei prometido pelas profecias do AT. Por isso há tantos textos que vinculam Jesus com as profecias (93 citações). Bíblia Shedd.

18 muita gente. Multidões seguiam Jesus por onde quer que fosse (ver Mt 4:25; Mc 3:7; 4:1) e, como resultado disso, Ele frequentemente tinha pouco ou nenhum tempo para comer (ver Mc 3:20; DTN 333). Enquanto atravessava o mar, vencido pela fraqueza e fome, logo adormeceu (DTN, 334). Ministrar às necessidades físicas e espirituais do povo exigia, mesmo dEle, o desgaste de forças que deviam ser restauradas com descanso e alimento. Foi por essa razão que o Salvador buscou algumas horas de descanso de Seu trabalho incessante. CBASD, vol. 5, p. 380.

19-22 O chamado de Jesus, “segue-Me” tem precedência sobre todas as obrigações e responsabilidades. Andrews Study Bible.

19 um escriba. Como um homem culto, instruído e de elevada posição social, sem dúvida, seria mais difícil para um escriba se acostumar às privações da vida de um discípulo do que para um pescador, por exemplo. … Alguém acostumado ao conforto de um lar, como provavelmente era o caso desse escriba, talvez achasse a vida itinerante difícil e desagradável. Testemunhas do evangelho devem estar sempre dispostas a enfrentar dificuldades como bons soldados de Jesus Cristo (ver 2Tm 2:3).  CBASD, vol. 5, p. 381.

22 sepultar meu pai. Com toda probabilidade, o pai ainda gozava de boa saúde e o tempo de sua morte estava num futuro indeterminado. … Se o pai já estivesse morto, é pouco provável que Cristo tivesse ordenado que ele negligenciasse o que, nos países orientais, até hoje se considera um dos deveres mais sagrados de um filho dedicado. … Era como se dissesse a Cristo: “Eu gostaria de Te seguir, mas não posso fazer isso enquanto meu pai viver.” Em resposta, Cristo disse: “Reconheço teu dever para com teus pais, contudo, teu dever para com o reino dos Céus tem prioridade.” CBASD, vol. 5, p. 382.

deixa aos mortos o sepultar os seus próprios mortos. Que os espiritualmente mortos sepultem os fisicamente mortos. Bíblia de Estudo NVI Vida.

23-27 Jesus ia atravessando o lago da Galiléia, saindo de Cafarnaum e indo para Gadara, uma travessia de 10 km. Bíblia Shedd.




%d blogueiros gostam disto: