Reavivados por Sua Palavra


Números 33 – quinta, 13.09.2012 by jquimelli
13 de setembro de 2012, 2:30
Filed under: Sem categoria

1 São estas as caminhadas dos filhos de Israel que saíram da terra do Egito, segundo os seus exércitos, sob as ordens de Moisés e Arão.
2 Escreveu Moisés as suas saídas, caminhada após caminhada, conforme o mandado do SENHOR; e são estas as suas caminhadas, segundo as suas saídas:
3 partiram, pois, de Ramessés no décimo quinto dia do primeiro mês; no dia seguinte ao da Páscoa, saíram os filhos de Israel, corajosamente, aos olhos de todos os egípcios,
4 enquanto estes sepultavam todos os seus primogênitos, a quem o SENHOR havia ferido entre eles; também contra os deuses executou o SENHOR juízos.
5 Partidos, pois, os filhos de Israel de Ramessés, acamparam-se em Sucote.
6 E partiram de Sucote e acamparam-se em Etã, que está no fim do deserto.
7 E partiram de Etã, e voltaram a Pi-Hairote, que está defronte de Baal-Zefom, e acamparam-se diante de Migdol.
8 E partiram de Pi-Hairote, passaram pelo meio do mar ao deserto e, depois de terem andado caminho de três dias no deserto de Etã, acamparam-se em Mara.
9 E partiram de Mara e vieram a Elim. Em Elim, havia doze fontes de águas e setenta palmeiras; e acamparam-se ali.
10 E partiram de Elim e acamparam-se junto ao mar Vermelho;
11 partiram do mar Vermelho e acamparam-se no deserto de Sim;
12 partiram do deserto de Sim e acamparam-se em Dofca;
13 partiram de Dofca e acamparam-se em Alus;
14 partiram de Alus e acamparam-se em Refidim, porém não havia ali água, para que o povo bebesse;
15 partiram de Refidim e acamparam-se no deserto do Sinai;
16 partiram do deserto do Sinai e acamparam-se em Quibrote-Hataavá;
17 partiram de Quibrote-Hataavá e acamparam-se em Hazerote;
18 partiram de Hazerote e acamparam-se em Ritma;
19 partiram de Ritma e acamparam-se em Rimom-Perez;
20 partiram de Rimom-Perez e acamparam-se em Libna;
21 partiram de Libna e acamparam-se em Rissa;
22 partiram de Rissa e acamparam-se em Queelata;
23 partiram de Queelata e acamparam-se no monte Sefer;
24 partiram do monte Sefer e acamparam-se em Harada;
25 partiram de Harada e acamparam-se em Maquelote;
26 partiram de Maquelote e acamparam-se em Taate;
27 partiram de Taate e acamparam-se em Tera;
28 partiram de Tera e acamparam-se em Mitca;
29 partiram de Mitca e acamparam-se em Hasmona;
30 partiram de Hasmona e acamparam-se em Moserote;
31 partiram de Moserote e acamparam-se em Benê-Jaacã;
32 partiram de Benê-Jaacã e acamparam-se em Hor-Hagidgade;
33 partiram de Hor-Hagidgade e acamparam-se em Jotbatá;
34 partiram de Jotbatá e acamparam-se em Abrona;
35 partiram de Abrona e acamparam-se em Eziom-Geber;
36 partiram de Eziom-Geber e acamparam-se no deserto de Zim, que é Cades;
37 partiram de Cades e acamparam-se no monte Hor, na fronteira da terra de Edom.
38 Então, Arão, o sacerdote, subiu ao monte Hor, segundo o mandado do SENHOR; e morreu ali, no quinto mês do ano quadragésimo da saída dos filhos de Israel da terra do Egito, no primeiro dia do mês.
39 Era Arão da idade de cento e vinte e três anos, quando morreu no monte Hor.
40 Então, ouviu o cananeu, rei de Arade, que habitava o Sul da terra de Canaã, que chegavam os filhos de Israel.
41 E partiram do monte Hor e acamparam-se em Zalmona;
42 partiram de Zalmona e acamparam-se em Punom;
43 partiram de Punom e acamparam-se em Obote;
44 partiram de Obote e acamparam-se em Ijé-Abarim, no limite de Moabe;
45 partiram de Ijé-Abarim e acamparam-se em Dibom-Gade;
46 partiram de Dibom-Gade e acamparam-se em Almom-Diblataim;
47 partiram de Almom-Diblataim e acamparam-se nos montes de Abarim, defronte de Nebo;
48 partiram dos montes de Abarim e acamparam-se nas campinas de Moabe, junto ao Jordão, na altura de Jericó.
49 E acamparam-se junto ao Jordão, desde Bete-Jesimote até Abel-Sitim, nas campinas de Moabe.
50 Disse o SENHOR a Moisés, nas campinas de Moabe, junto ao Jordão, na altura de Jericó:
51 Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Quando houverdes passado o Jordão para a terra de Canaã,
52 desapossareis de diante de vós todos os moradores da terra, destruireis todas as pedras com figura e também todas as suas imagens fundidas e deitareis abaixo todos os seus ídolos;
53 tomareis a terra em possessão e nela habitareis, porque esta terra, eu vo-la dei para a possuirdes;
54 herdareis a terra por sortes, segundo as vossas famílias; à tribo mais numerosa dareis herança maior; à pequena, herança menor. Onde lhe cair a sorte, esse lugar lhe pertencerá; herdareis segundo as tribos de vossos pais.
55 Porém, se não desapossardes de diante de vós os moradores da terra, então, os que deixardes ficar ser-vos-ão como espinhos nos vossos olhos e como aguilhões nas vossas ilhargas e vos perturbarão na terra em que habitardes.
56 E será que farei a vós outros como pensei fazer-lhes a eles.
Texto de hoje do blog da Bíblia (http://revivedbyhisword.org/en/bible/num/33/):

As instruções de Deus para seu povo escolhido eram que eles livrassem a terra prometida de TODOS os seus habitantes e destruíssem TODA a sua idolatria. Deus não disse para expulsar alguns dos habitantes e destruir alguns dos ídolos. Suas instruções eram precisas e diretas. Livrem-se de tudo!
A não observância das instruções explícitas de Deus resultaria em problemas futuros. Ele disse isso bem antes que acontecesse. “Se vocês não expulsarem os habitantes da terra e permitirem que alguns vivam com vocês, eles vão lhe causar problemas intermináveis e vão afastá-los de mim. Eles vão ser tão irritantes para vocês quanto uma farpa no seu olho e um espinho no seu lado “(Núm. 33:55, versão Clear Word).
Deus não se satisfaz com uma atitude dividida, laodiceana. Sua tolerância ao pecado é zero. Não existe meio-termo entre o certo e o errado: ou escolhemos pecar, ou escolhemos não pecar. “Não podemos pertencer metade ao Senhor e metade ao mundo. Não somos filhos de Deus a menos que o sejamos totalmente” (Caminho a Cristo, p. 44). No final, quando Deus erradicar o pecado, Ele vai fazê-lo com a mesma atitude expressa aqui em Números 33. Seu processo de limpeza será completo; nem mesmo uma pequena percentagem do pecado permanecerá. “Para o pecado, onde quer que se encontre, ‘nosso Deus é um fogo consumidor’. Heb. 12:29. O Espírito de Deus consumirá pecado em todos quantos se submeterem a Seu poder. Se os homens, porém, se apegarem ao pecado, ficarão com ele identificados. Então a glória de Deus, que destrói o pecado, tem que destruí-los” (O Desejado de Todas as Nações, p. 107). Estas palavras dirigidas a nós expressam o mesmo sentimento que Deus demonstrou ao seu povo escolhido em Números 33.
As palavras empregadas neste capítulo não podem ser mal entendidas ou mal interpretadas. Mas sempre que Deus nos instrui, há sempre uma escolha a ser feita. Será que os que ouvem a instrução seguirão o caminho de Deus ou preferirão seguir suas próprias inclinações? “Só com risco de infinita perda é que podemos condescender com o pecado, por pequenino que seja. O que nós não vencermos, vencer-nos-á a nós, operando a nossa destruição” (Caminho a Cristo, p. 32, 33).
Quando os filhos de Israel atravessaram o Jordão e começaram a limpar a terra, eles falharam em seguir as instruções específicas de Deus. Eles seguiram algumas, mas não TODAS. Infelizmente, “sem consideração para com seu alto destino, preferiram o caminho da comodidade e da condescendência própria; deixaram escapar sua oportunidade para completarem a conquista da terra; e por muitas gerações foram afligidos pelos remanescentes desses povos idólatras, que, conforme predissera o profeta, eram como “espinhos nos vossos olhos”, e como “aguilhões nas vossas ilhargas” (Patriarcas e Profetas, p. 544).
O que essas histórias de há muito tempo significam para nós hoje? Talvez devêssemos nos perguntar: Existem alguns ídolos na minha vida que precisam ser completamente removidos antes de Jesus voltar?
Fred Knopper
Adventist Media Center
Trad. JAQ/Rev JDS



%d blogueiros gostam disto: