Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 5 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
6 de julho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Agora, pois, filho, dá-me ouvidos e não te desvies das palavras da minha boca” (v.7).

Não adulterarás” (Êx.20:14) compreende o sétimo mandamento divino do corpo de Sua Lei moral. Estabelecido no Éden como uma instituição santa e imaculada, o casamento entre um homem e uma mulher traz em seu escopo o caráter santo e imaculado do Criador. Trata-se de uma união tão íntima, que após serem criados o homem e a mulher, Deus “os abençoou, e lhes chamou pelo nome de Adão, no dia em que foram criados” (Gn.5:2). Eram um só corpo em cumplicidade, amor e pureza.

A sexualidade foi dada ao homem como um presente de casamento do Criador. Dentre os propósitos da intimidade sexual estão a capacidade de gerar filhos (Gn.1:28) e a unidade do casal (Gn.2:24), mas também como fonte de alegria e prazer em uma relação de intimidade e admiração mútuas (Ct.4:1-16). A verdadeira fonte do contentamento sexual está na obediência à Palavra de Deus, através de um casamento bem planejado, monogâmico, heterossexual e que não necessita dos recursos da imoralidade para satisfazer a desejos impuros e egoístas.

Infelizmente, Salomão foi grandemente influenciado por contrair matrimônio com 1000 mulheres: “setecentas mulheres princesas e trezentas concubinas” (1Rs.11:3). Apesar de sua muita sabedoria, por causa de sua intemperança casando-se com mulheres pagãs e idólatras, “suas mulheres lhe perverteram o coração” e “fez Salomão o que era mau perante o Senhor e não perseverou em seguir ao Senhor, como Davi, seu pai” (1Rs.11:3 e 6). Mas seus provérbios revelam o apelo de um pai que, por experiência própria, conhecia os resultados do engano e da desobediência, e seu desejo em ver no filho uma história diferente.

Como é triste quando só reconhecemos a verdadeira sabedoria pelo resultado de nossas más escolhas: “Como aborreci o ensino! E desprezou o meu coração a disciplina! E não escutei a voz dos que me ensinavam, nem a meus mestres inclinei os ouvidos!” (v.12-13). O Senhor nos deixou em Sua Palavra tudo o que precisamos conhecer a fim de vivermos felizes e plenamente realizados, ainda que as coisas pareçam não ir muito bem, como está escrito: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no Senhor, exulto no Deus da minha salvação” (Hc.3:17-18).

Porque os caminhos do homem estão perante os olhos do Senhor, e Ele considera todas as suas veredas” (v.21). Deus sonda o nosso coração e conhece cada uma de nossas intenções. Não permita que a lascívia, a mentira ou a insensatez destruam a felicidade eterna que o Senhor quer te dar. “Afasta o teu caminho” (v.8) do adultério, da licenciosidade e das baixas paixões. Aos casados, que a bênção de um casamento nos moldes de Deus reavive o amor e a unidade em seu lar. Aos solteiros, que a pureza e a sabedoria os conduza a um casamento feliz e estável. Aos que caíram no erro, ainda existe esperança e perdão; e um Pai amoroso desejoso por recebê-los de volta e mudar-lhes a sorte. Vigiemos e oremos!

Bom dia, filhos do Pai das misericórdias!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Provérbios5 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Oremos para que Deus nos conceda a bênção de uma vida afetiva, sentimental e familiar saudável e feliz.

Comentário por Cláudia




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: