Reavivados por Sua Palavra


2CRÔNICAS 7 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
21 de outubro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Se o Meu povo, que se chama pelo Meu nome, se humilhar, e orar, e Me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, Eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” (v.14).

Ao concluir sua prece, Salomão e todo o Israel testemunhou a manifestação divina. No Pentecostes, os discípulos de Cristo “estavam todos reunidos no mesmo lugar” (At.2:1). “Todos estes perseveravam unânimes em oração” (At.1:14). Então, veio do céu um som que encheu toda a casa em que estavam, e sobre cada um pousaram línguas como de fogo (At.2:2-3). Quando Salomão terminou de orar com todo o povo, desceu fogo do céu “e a glória do Senhor encheu a casa” (v.1). Estes dois episódios separados pelo tempo, mas unidos pelo mesmo poder, nos mostra que a ação de Deus é sempre para o bem eterno dos que O amam, “porque é bom, porque a Sua misericórdia dura para sempre” (v.3).

Foram dias de festa diante da presença de Deus. O rei, todo o povo e os sacerdotes, todos eles em “seus devidos lugares” (v.6) prestando culto a Deus . E tudo o que Salomão realizou tanto na Casa do Senhor como em sua casa, “prosperamente o efetuou” (v.11). A partir daí, somos privilegiados em ter em mãos uma das respostas mais lindas e repletas de amor de nosso Criador. Uma das provas inequívocas de Sua eterna misericórdia e de que os Seus mandamentos também são eternos.

O Senhor dirigiu-Se a Salomão, dizendo: “Ouvi a tua oração” (v.12). Estudamos ontem a condição para que o Senhor possa nos ouvir. Isto quer dizer que a oração de Salomão não foi apenas com os lábios, mas com o coração em fidelidade para com os mandamentos de Deus. Deus tem prazer na oração do justo. Quando o homem reconhece a sua natureza incapaz de fazer o bem, que depende da mão divina a moldar-lhe o caráter, a oração se torna uma ferramenta indispensável.

O famoso versículo 14 começa deixando algo muito claro: “Se”. Deus usa uma conjunção subordinativa condicional. Ou seja, para que a oração possa produzir seus efeitos, deve ser cumprida uma condição. Mas o resultado não apareceria se o povo apenas se humilhasse, nem se apenas orasse. Somente quando todas as ações são somadas é que redunda no resultado final da equação do verdadeiro adorador: SE HUMILHAR + ORAR + BUSCAR + SE CONVERTER = OUVIDOS ATENTOS DE DEUS, PERDÃO DOS PECADOS E CURA.

Contudo, ainda há a equação da desgraça. E ela inicia com a conjunção “porém”. Isto é, “por outro lado”, “todavia”, “no entanto”, indicando o oposto do que acabamos de ver. Eis a equação do tolo: SE DESVIAR + DEIXAR OS MANDAMENTOS DE DEUS + SERVIR E ADORAR OUTROS DEUSES = DESERÇÃO, AUSÊNCIA DA PRESENÇA DE DEUS, MALDIÇÃO. Que contraste, não é mesmo?

Vocês já perceberam que não é preciso muita coisa para que percamos o Senhor de vista? O começo é bem sutil: desviar-se. E não precisa ser por intermédio de grandes coisas, mas pequenas concessões que fecham os olhos da fé e abrem os ouvidos da impiedade. Os mandamentos de Deus são ignorados e desprezados, e a voz do Espírito Santo vai ficando cada vez mais distante. A chegada da maldição, portanto, é o resultado do nosso próprio procedimento. Não podemos, contudo, generalizar chamando de maldição todas as circunstâncias ruins. “Neste mundo passais por aflições” disse Jesus (Jo.16:33). Mas os filhos do Reino as enfrentam “alegres e de coração contente por causa do bem que o Senhor” (v.10) lhes fez e fará.

A verdadeira oração precisa vir acompanhada de ação. Precisamos permitir que o Espírito Santo conjugue em nossa vida o Verbo de Deus (Jo.1:1), que Se fez servo, orou, a Si mesmo Se humilhou, nos deixando o perfeito exemplo de uma vida de oração e comunhão. Jesus em nós é a chave-mestra para abrir as janelas dos céus em nosso favor. Aceitemos as condições da aliança do Senhor e Ele nos assegura a Sua fidelidade e eterna herança. Vigiemos e oremos!

Bom dia, povo do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Crônicas7 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Que o Senhor esteja sempre perto, e que nós estejamos sempre dispostos a obedecer

Comentário por Eliane




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: