Reavivados por Sua Palavra


I CRÔNICAS 3 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
18 de setembro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

I CRÔNICAS 3 – O livro de Crônicas é tão inspirado quanto os 27 livros do Novo Testamento. Deixar de estudá-lo significa ignorar alimento espiritual que fortalece a fé, orientar a vida espiritual, além de ser mais um meio estratégico de conduzir-nos ao reavivamento.

A data em que o livro foi escrito “é pós-exílica, e os livros [de Crônicas] aparecem no final da terceira parte do cânon hebraico, no local onde está Malaquias” observa Merril F. Unger. As genealogias de Crônicas relembram a condução da história judaica pelas mãos divinas visando evangelizar ao mundo. Podemos dizer que Deus é o grande missionário exemplo, totalmente envolvido com inúmeras estratégias missionárias.

O capítulo em questão foca a tribo de Judá, “Judá aparece primeiro porque é dessa tribo que viria o Messias (Gn 49.8-12). Traça-se a linhagem de Davi a Zedequias [capítulo 3], e dão-se genealogias adicionais de Judá em 4.1-23” diz Unger.

Esquema do livro:
• As esposas e filhos de Davi (vs. 1-3);
• Filhos de Davi nascidos em Jerusalém (vs. 4-9);
• Linhagem de Davi durante o cativeiro babilônico (vs. 10-16);
• Linhagem de Davi após o retorno do cativeiro (vs. 17-24).

Com nobres propósitos teológicos em mente, o autor de Crônicas, inspirado pelo Espírito Santo, incluiu vários nomes e omitiu outros. Por exemplo, é possível que Davi tivesse outras filhas além de Tamar, porém mencionou apenas ela para relembrar o leitor de que Davi, por suas muitas mulheres, com seus muitos filhos meio-irmãos, esta família real não foi perfeita.

Contudo Deus não se afastou da família de Davi. No final do cativeiro babilônico, é evidente um remanescente desta família:
• Senazar ou Sesbazar, foi quem liderou o primeiro grupo de judeus libertos do cativeiro, e deu início à fundação do Templo de Jerusalém que estava em ruínas (Esdras 1:8-11; 5:15-17).
• Zorobabel, provavelmente o mesmo descrito em Esdras 3:2, 8; 5:2; Neemias 12:1 e Ageu 1:12, 14; 2:2-23. O Comentário Bíblico Adventista declara: “Possivelmente seja o nome do príncipe com o qual Josué, o sumo sacerdote, conduziu os judeus no retorno do exílio, em cumprimento do decreto de Ciro”.

Amigos, nada nos separa do amor de Deus, nem o cativeiro, nem nossa desobediência, nem mesmo nosso pecado. E como entender Isaías 59:2? Lendo primeiramente Romanos 8:32-39 e, depois Lucas 18:26-27.

Deixe Deus cuidar de tua família. Ele a quer salva!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


4 Comentários so far
Deixe um comentário

Bom dia. Por favor gostaria de tirar uma dúvida. Você diz em seu comentário da leitura de hoje, que Zorobabel é o mesmo citado em Esdras. Mas Zorobabel em I Crônicas não é filho de Pedaías e em Esdras diz que Zorobabel é filho de Sealtiel? E pelo o que eu entendi é que Sealtiel e Pedaías são pessoas diferentes. Por favor me explique. Obrigada

Comentário por Francisca Márcia Rodrigues de Sousa

Bom dia, Francisca! Algumas dificuldades bíblicas podem ser explicadas estudando-se os textos originais ou os costumes dos hebreus, o que deve ser o caso.
Veja as possibilidades de compreensão como apresentadas pelo Comentário Adventista (vol. 3, p. 133):
“Enquanto o Zorobabel deste versículo é alistado como filho de Pedaías, o do retorno do cativeiro foi chamado de filho de Sealtiel (Ed 3:2; 5:2; Ne 12:1; Ag 1:1; Mt 1:12; Lc 3:27). Há varias possibilidades:
1) Os dois Zorobabel devem ter sido primos, visto que Sealtiel e Pedaías eram irmãos (1Cr 3:17, 18), embora, neste caso, pareça estranho que o filho de Sealtiel tenha sido deixado fora dessa genealogia.
2) Se esse Zorobabel, filho de Pedaías, é também chamado “filho de Sealtiel”, é possível que tenha sido adotado por seu tio, que, ao que tudo indica, não tinha filhos, ou que era filho verdadeiro de um desses irmãos e filho legal do outro, por meio de um levirato (ver com. de Gn 38:8; Dt 25:5-9).
3) Outra explicação é que Zorobabel, embora filho legítimo de Pedaías, seja chamado filho de Sealtiel, por tê-lo sucedido como cabeça da família da qual descendeu Davi”.
Seja qual destas razões a correta, o autor não julgou necessário entrar em mais detalhes e isto não interfere no centro da mensagem do capítulo.
Obrigado por perguntar. [Jeferson]

Comentário por jquimelli

Longe de mim, achar que um nome muda ou interfere no centro da mensagem! Eu quis só tirar esta dúvida e graças a Deus que você me esclareceu. Obrigada por me responder. Fica com Deus.

Comentário por Francisca Márcia Rodrigues de Sousa

De nada,querida irma. Se pudermos ajudar, estamos a disposicao.

Comentário por jquimelli




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: