Reavivados por Sua Palavra


JUÍZES 3 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
14 de maio de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Leia na Bíblia sobre o rei gordo, que estava na sala de verão confiante, que recebeu punhalada no estômago, donde saiu muita gordura. Seus servos o procuraram; pensaram que ele estava evacuando no banheiro… após algum tempo esperando, entraram e, o encontraram morto…

O livro de Juízes parece muito dramático, a atitude do povo parece bem deplorável. Acontece que tudo é bem compacto; os eventos dos anos são bem resumidos.

O objetivo do autor, supostamente Samuel, está evidente: “o sentido e o significado das narrativas acham-se no ciclo familiar de apostasia, punição, arrependimento, compaixão divina, libertação, e descanso na terra” (Walter C. Kaiser Jr.).

Nas palavras de Merril F. Unger, “Juízes está organizado em torno da ascensão e queda da sorte espiritual de Israel. Israel prosperava, relaxava a sua segurança, pecava, era condenado à dominação estrangeira, voltava-se arrependido ao Senhor, o Senhor enviava um libertador e vinha então um período de paz e prosperidade. Esse ciclo recorrente é instrutivo para os que creem no NT, que podem ser induzidos a seguir o mesmo modelo espiritual”.

1. O desleixo no seguir a tudo o que Deus nos pediu é a raiz de nossos problemas físicos, sociais e espirituais: Além de não expulsar da terra todos os inimigos de Deus, os filhos de Deus envolveram-se em jugo desigual. Pequenas concessões levam a grandes tribulações (vs. 1-6).

2. A prática do pecado rompe o compromisso com Deus. Trocar Deus pelo pecado atrai a ira divina, o povo perde a proteção sobrenatural de Deus e sofre opressão. Contudo, ao clamar a Deus, a resposta vem. Israel clamou e Deus levantou Otniel, irmão caçula de Calebe – o primeiro dos doze Juízes (vs. 7-11).

3. Momentos de paz/bonança são bons, mas podem resultar em ociosidade espiritual – abandono de Deus. Após 40 anos de sossego, na ausência de Otniel, os filhos de Deus caíram novamente em pecado e, após 18 anos servindo ao deus Eglon sofrendo opressão, clamaram a Deus; então, Eúde trouxe libertação como resposta de oração (vs. 15-31).

Altos e baixos espirituais resultam de relacionamento instável com Deus. Instabilidade na fé encontra explicação num compromisso com Deus pautado pela superficialidade.

Deus liberta-nos quando estamos em apuros, mas ter vida espiritual como ioiô não O agrada! Vamo-nos consagrar? – Heber Toth Armí.


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Antes de conhecer mais de Jesus e Sua palavra, eu era assim. Vivia em altos e baixos. Depois q comecei a fazer esses estudos maravilhosos, aprendi a ter mais comunhão com Deus e tudo mudou na minha vida. Agora só vivo na bonança, glória à Deus, e quando o mal tenta me assolar, clamo por Jesus e Ele vem ao meu auxílio. Deus seja louvado. Ele continue abençoando cada um de vcs.🙌🙏🙏❤

Obs: Otoniel ñ era irmão caçula de Calebe. Quenaz irmão mais novo de Calebe, era o pai de Otoniel.
Sei q vcs sabem. Foi um erro básico. 😊

Comentário por Iracema Lima Jesus




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: