Reavivados por Sua Palavra


DEUTERONÔMIO 30 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
13 de abril de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Precisamos ser avivados, pois estamos muito desanimados com as coisas espirituais, e muito animados com as coisas que nos desviam do Céu.

· O pecado custa muito caro, seu fim é a morte.

Estamos indo como boiada para o matadouro, ao precipício. Deus, porém, pretendo desviar-nos deste destino, agiu miraculosamente, revelando milagrosamente o caminho da salvação, o caminho da vida. Além disso, o Salvador não mede esforços para incentivar-nos a fazer a melhor das escolhas para evitar a pior das tragédias.

Suas promessas são alento ao aflito, alcançam ao pobre e ao rico, aos doentes e saudáveis… Pela fé, todos podem beneficiar-se delas, sem custo algum. Em nossa caminhada louca nesta vida corrida, Deus tenta chamar nossa atenção ao Seu espetacular plano de vida eterna. Ignorá-lO implica preferir à morte e o sofrimento em detrimento à vida e à felicidade eterna.

Este capítulo intitulado “Chamado a tomar uma decisão: Vida e bênção ou morte e maldição” por Peter C. Craigie, é o final dos sermões de Moisés. Ele prega/escreve inspirado pelo Espírito Santo, estando à beira da morte. Lidara com o povo de Deus por duros 40 anos no deserto. Ele não mediu esforços para apelar ao coração dos ouvintes.

· Primeiramente, Moisés deixa bem claro as bênçãos existentes de voltar-se para Deus com todo coração; ele enfatiza as promessas divinas baseadas na infinita misericórdia divina (vs. 1-10)

· Em seguida, demonstra que o ideal de Deus não é um padrão inatingível, inacessível, impossível de praticar diariamente – isso nunca deveria ser desculpa para nossos pecados (vs. 11-14);

· Finalmente, o sermão apresenta dois caminhos, da vida e da morte; e, apela veementemente aos ouvintes a darem preferência ao caminho da vida (vs. 15-20).

Atualmente nosso compromisso espiritual concretiza-se no tanque batismal. A partir daí cabe a nós perseverar diariamente até o dia final, quando daremos adeus a este mundo e receberemos de Deus as boas-vindas, na Canaã Celestial.

A palavra “HOJE” aparece sete vezes no texto: Hoje é dia de decidir. Em relação à salvação, Deus nunca pediu-nos para decidir amanhã. Pois, pode ser muito tarde!

Então, valorize esta oportunidade. Não ignore-a; aceite-a!

“Senhor, aviva-nos. Dá-nos poder para termos mais paixão por praticar Tua Palavra e mais amor pelas almas por quem Cristo entregou Sua vida…” – Heber Toth Armí.


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Que “hoje” 13 de abril de 2019, o Senhor da vida, dê um novo significado para nossa vida, nos proporcionando a graça do gosto por esta oportunidade a nós oferecida no alto preço pago para esta chance de recomeçar…

Comentário por Maria Jandira Laurentino




Deixe uma resposta para Maria Jandira Laurentino Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: