Reavivados por Sua Palavra


MARCOS 16 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
10 de março de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (v.15).


O medo tem sido um dos piores vilões de todos os tempos. Ainda no Éden, após a queda, foi um dos primeiros sentimentos manifestados por Adão e sua mulher. Ele nos limita a circunstâncias que não apresentem riscos, aprisionando-nos a uma suposta “zona de conforto”. Como nossos primeiros pais, o medo nos faz procurar o primeiro esconderijo disponível para tentar fugir do que não temos coragem de enfrentar. “Surpreendidas e atemorizadas” (v.5), “Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé” (v.1), ouviram as palavras do anjo. Apesar da tentativa de abrandar-lhes o coração e da mensagem sobremodo solene que receberam, “de medo, nada disseram a ninguém” (v.8).

O que Maria Madalena não esperava era que o próprio Cristo ressuscitado lhe apareceria, dando-lhe Ele mesmo a missão de anunciar as boas-novas aos Seus companheiros que “estavam tristes e choravam” (v.10). O fato dos discípulos não terem acreditado não mudou o fato de que ela viu Jesus, falou com ele e anunciou o que Ele a ordenou. Bem como os dois discípulos que, anunciando a aparição de Cristo, os demais também “não [lhes] deram crédito” (v.13). A pregação do evangelho não está condicionada à aceitação dos ouvintes. Quer aceitem ou não, quer acreditem quer não, a mensagem continuará sendo sempre a mesma. E o passo a passo de Jesus para alcançar o coração do homem é bem parecido com o relato do capítulo de hoje.

Deus tem usado instrumentos diversos em Sua obra de salvação. Alguns mais ousados, outros mais comedidos. Alguns mais eloquentes, outros mais simples. Alguns que falam, outros cujas atitudes falam mais do que palavras. E quando estes instrumentos ainda não são suficientes, devido “a incredulidade e dureza de coração” (v.14) de seus ouvintes, Jesus mesmo Se encarrega de manifestar-Se. Mas é interessante notar que, indo ao encontro de Seus discípulos, Ele primeiro lhes censura e, logo após, lhes dá uma ordem. Ninguém que tenha um encontro real com Jesus pode permanecer do mesmo jeito. É necessário haver uma mudança. A cada pessoa que O encontra, Ele diz: “Necessário vos é nascer de novo” (Jo 3:7), “Vai e não peques mais” (Jo 8:11). Então, o milagre que começa no coração se evidencia na vida e torna-se impossível não compartilhá-lo.

Ainda que o mundo não acredite numa só palavra do que pregamos. Ainda que até mesmo nos ignore. Jesus está nos confirmando, hoje, que a Ele pertence a palavra final. Quantas vezes temos permitido que o medo nos domine, que as circunstâncias nos apavorem, que pessoas endurecidas nos intimidem, perdendo assim o privilégio da plena segurança que há em Cristo Jesus. Se Ele nos diz: “Ide” (v.15), tudo o que aparecer como situação desfavorável, Ele prometeu transformar em “sinais [que] hão de acompanhar aqueles que creem” (v.17).

Aquele que está assentado “à destra de Deus” (v.19), é o mesmo que prometeu estar conosco “todos os dias até à consumação do século” (Mt 28:20). Você crê nisto? Então, não temas!

Feliz sábado, pregadores da justiça!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Marcos16
#RPSP


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Muito obrigado meu Deus por tua palavra chegar até o meu coração e eu a compreender amem

Comentário por Humberto




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: