Reavivados por Sua Palavra


MARCOS 11, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
5 de março de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas” (v.25).


Eis o que profetizou Zacarias: “… eis aí te vem o teu Rei, justo e salvador, humilde, montado em jumento, num jumentinho, cria de jumenta” (Zc 9:9). A vida de Cristo cumpriu à risca todas as profecias a Seu respeito. Do Seu nascimento à Sua morte, tudo nEle foi cumprimento da missão de resgatar a humanidade. Montado num jumentinho, Sua entrada em Jerusalém foi aclamada e ovacionada. Vozes se uniram em louvor Àquele que fez mudos falar. Parecia que todos finalmente O haviam aceitado como o Enviado de Deus, o Messias prometido.

A expressão “Hosana”, em hebraico, significa “salva agora”. Era como se o povo estivesse afirmando que Jesus estabeleceria o Seu reino naquele momento. Estavam prontos para coroá-Lo Rei, mas tão logo Jesus entrou em Jerusalém, “no templo, tendo observado tudo” (v.11), partiu para Betânia na companhia de Seus discípulos. Acabaram as homenagens, cessaram os gritos de alegria que, uma semana depois, se tornariam em escárnio e humilhação no cruel e injusto coro: “Crucifica-O!” (Mc 15:13).

Quando retornou a Jerusalém, a realidade do templo provocou o profundo zelo de Jesus. Com autoridade e intrepidez, expulsou do templo todos aqueles que não estavam ali para adorar, mas para se beneficiar às custas dos adoradores. O lugar que era para ser movido por orações e súplicas, havia sido “transformado em covil de salteadores” (v.17). E como aquela figueira que, de longe, parecia um convite para saciar a fome, mas na verdade não passava de uma árvore sem fruto algum, muitos há que aparentam ser bons cristãos, contudo, não produzem frutos de justiça.

Apesar de que “não era tempo de figos” (v.13), Jesus estava transmitindo aos Seus discípulos o que Paulo escreveria mais tarde: “Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina” (2Tm 4:2). Jesus nos chamou a fim de servirmos o Pão do Céu a todo aquele que tem fome (v.12). E, para isto, uma vida de fé prática é imprescindível.

Mesmo sabendo que estava prestes a enfrentar a fúria daqueles que viera salvar, Jesus prosseguia ensinando, curando e amando. A falta de amor por parte dos Seus não pôde ser maior do que o Seu extravagante e inexplicável amor por eles. Era Sua íntima comunhão com o Pai o segredo de Seu amor incondicional e Sua fé a chave para que Suas orações fossem prontamente atendidas.

A fé e o amor devem andar de mãos dadas e compõem a fórmula do perdão. Não adianta orar dia e noite se o coração não admite perdoar o semelhante. Assim como a fé e o amor, o perdão também é um dom de Deus e precisa ser manifestado em nossa vida. Se você tem dificuldades para perdoar, peça ao Espírito Santo que lhe ajude. Pois “tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco” (v.24).

Bom dia, homens e mulheres de fé!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Marcos11
#RPSP


1 Comentário so far
Deixe um comentário

JESUS sábio entrou em Jerusalém montado em um jumentinho; aqueles que gritaram Hosana Bendito (salva agora) depois gritou crucifica-o Marcos cp15,13 DEUS viu quanta impureza naqueles que sabiam que ELE era filho de Deus mas na hora o negaram. Aprendi muito que tenho que renunciar o meu eu todos os dias e deixar Deus cuidar de mim. Boa explicação deste capítulo

Comentário por Aldelicio Ribeiro Guimaraes




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: