Reavivados por Sua Palavra


ZACARIAS 3, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
10 de janeiro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Tomou Este a palavra e disse aos que estavam diante dEle: Tirai-lhes as vestes sujas. A Josué disse: Eis que tenho feito que passe de ti a tua iniquidade e te vestirei de finos trajes” (v.4).


Recém-liberta do cativeiro babilônico, a nação israelita enfrentou o desafio de reerguer um lugar que estava em ruínas. Contudo, o desafio não era apenas estrutural, mas, principalmente, espiritual. A experiência da qual Daniel e seus companheiros saíram vitoriosos não foi a mesma vivida por todos. As tentações daquela terra iníqua lhes maculou o coração e os mesmos pecados que levaram seus pais para o exílio ainda eram cultivados. Um prato cheio para o acusador lhes apontar como culpados e dignos da ira divina.

Josué, como sumo sacerdote, representava toda a nação de Israel, e, através dele, Satanás oportunizou uma forma de acusar a Deus de agir com injustiça. Afinal, aquele povo que permanecia tão sujo quanto antes de ser levado cativo merecia a destruição. Porém, a oposição do inimigo encontrou a mesma forte mão que do Céu o expulsou (Ap 12:7-9). “O acusador de nossos irmãos” (Ap 12:10) não tem resistência diante de Miguel, o “Anjo do SENHOR”, Aquele que é semelhante a Deus e que Se apresentou como “SENHOR, Justiça Nossa” (Jr 23:6), Senhor dos Exércitos que luta por nós. Algo semelhante ocorreu quando “o arcanjo Miguel… contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés” (Jd 1:9). De igual sorte, o inimigo sai derrotado pelo poder da Palavra do SENHOR: “O SENHOR te repreende, ó Satanás” (v.2).

As vestes sujas de Josué representavam as iniquidades de Israel e somente Jesus tem o poder de alvejar os nossos pecados com Seu sangue e nos vestir “de finos trajes” (v.4). Foi Ele que trocou as vestes de folhas de figueira de nossos primeiros pais (Gn 3:21) e lhes vestiu “com trajes próprios” (v.5). Foi Ele que tirou de José as vestes de prisioneiro e lhe vestiu com trajes reais (Gn 41:40). E é Ele que deseja cobrir a nossa nudez com as Suas “vestiduras brancas” (Ap 3:18). A nossa única participação nesta obra chama-se: entrega diária. Assim como o ministério sacerdotal de Josué consistia em sacrifícios diários, como “sacerdócio real” (1Pe 2:9), eis os sacrifícios que o Senhor requer de nós: “Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus” (Sl 51:17).

Aqueles que depositam o coração como oferta voluntária a Deus, diariamente, e buscam andar em obediência à Palavra da Verdade, um dia “hão de julgar o mundo” (1Co 6:2) e, sentados em tronos, receberão de Deus a “autoridade de julgar” (Ap 20:4). Mas, até lá, se Jesus não Se “atreveu a proferir juízo infamatório contra ele [Satanás]” (Jd 1:9), porque ousamos infamar nossos irmãos? A Bíblia deixa duas coisas muito claras, amados: a obra de Cristo é salvar e a obra de Satanás é acusar. Lembremos do que Cristo afirmou: “Ninguém pode servir a dois senhores” (Mt 6:24). A quem você tem servido?

Seja sincero com Aquele que não somente vê as tuas “roupas sujas”, mas que também enxerga a tua nudez. Ele deseja te vestir com as vestes de Sua justiça, mas para isso você precisa tomar a decisão de Josué, e estar diante de Jesus dia após dia. Satanás vai te acusar. Você vai sentir que as suas forças acabaram e que não há mais jeito para o seu caso. Então, com ternura Jesus lhe dirá: “A Minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza” (2Co 12:9). A “pedra única” que estava perante Josué é a mesma que tirou “a iniquidade desta terra, num só dia” (v.9). “A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular” (1Pe 2:7). “E a pedra é Cristo” (1Co 10:4).

Que, “naquele dia” (v.10), quando estaremos gozando do “prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp 3:14), possamos convidar ao nosso próximo para deleitar-se das delícias da eternidade (v.10) e que, até lá, a nossa vida seja para os nossos semelhantes um convite para fazer parte desta eterna alegria.

Bom dia, “sacerdócio real”!

Desafio do dia: Inicie o ano lendo um bom livro. Sugiro que entre no site da Casa Publicadora Brasileira e adquira um livro de seu interesse.
Acesse www.cpb.com.br

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Zacarias3
#RPSP


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Agradecer rica e poderosamente a Deus pelo vosso magnífico ministério.
Tem sido para minha vida de grandiosa Valia.
Continuem pois a real recompensa será dada na corte Celestial.
Deus os coroe de grandes êxitos.

Comentário por Domingos de Jesus




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: