Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 20, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
10 de outubro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Também lhes dei os Meus sábados, para servirem de sinal entre Mim e eles, para que soubessem que Eu sou o SENHOR que os santifica” (v. 12).


O maior Salmo e também o maior capítulo das Escrituras é dedicado a detalhar a expressão do caráter de Deus. Ali, encontramos, dentre outros termos, que os mandamentos do SENHOR são bons (Salmo 119:39), verdadeiros (Idem, v. 86), ilimitados (Idem, v. 96), “a própria verdade” (Idem, v. 142) e eternos (Idem, v. 160). Mediante tamanho conhecimento, entendemos porque Jesus foi o cumprimento exato e perfeito da lei que Ele mesmo sancionou com tinta que não se apaga (Fp 2:8).

Mas quando vamos ao texto de Êxodo 20, percebemos que há um mandamento específico sobre o qual Deus Se revela de um modo muito especial. De todos os mandamentos, o único que aparece no relato da criação, antes do pecado, é o quarto mandamento do Decálogo: “E abençoou Deus o sétimo dia e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera” (Gn 2:3). O descanso sabático foi criado para o benefício do ser humano e difere dos sábados cerimoniais que tinham uma finalidade de apontar para o plano da redenção. Mas o sábado do sétimo dia “é o sábado do SENHOR” (Êx 20:10).

Ao contrário do que se pensa, o quarto mandamento não se trata de uma desculpa para o ócio, mas de um incentivo ao labor: “seis dias trabalharás” (Êx 20:9). O sábado é, portanto, um “carregador de baterias” e refrigério sagrado, onde Deus deseja ter um encontro especial com Seus filhos. Em um mundo secularizado e domesticado pelo sistema capitalista, parar enquanto todos correm requer e amor. Israel havia perdido esta relação íntima com o Criador ao andar “após os seus ídolos” (v. 16). Isto não nos deixa bem claro que o afastamento dos mandamentos do SENHOR tem tudo a ver com a diversidade dos “ídolos” modernos que o homem tem erguido no coração?

A primeira mensagem angélica possui três características que devem ser seriamente consideradas: é “um evangelho ETERNO”, mundial e que deve ser pregado “em grande voz”. Agora perceba a segunda parte da mensagem: “adorai Aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas” (Ap 14:6-7). É um chamado à adoração ao Criador. E qual é o único mandamento que aponta o SENHOR como o Criador? “Porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou” (Êx 20:11). A profanação do sábado não é apenas uma quebra de mandamento, mas é a criatura declarando que não precisa do Criador. É o barro dando as costas ao Oleiro. O filho ignorando o Pai.

Israel havia quebrado a aliança do SENHOR, mas Ele não permitiria que o Seu nome fosse “profanado diante das nações” (v. 22). O sábado, além de um sinal de identificação, é uma revelação do Deus EU SOU (v. 20). Perante as demais nações, as bênçãos sabáticas deveriam ser uma evidência inquestionável de que Israel era governada pelo cetro do Eterno. No entanto, o povo que foi chamado para ser luz, dizia em seu coração: “Seremos como as nações, como as outras gerações da terra” (v. 32).

Biblicamente, podemos afirmar que o SENHOR não está com a maioria, mas com aqueles que O amam como Ele deseja ser amado. Foi por isso que Ele salvou Noé e sua casa, porque “Noé andava com Deus” (Gn 6:9). E este andar o levou a fazer “consoante a tudo o que Deus lhe ordenara” (Gn 7:22). Certa vez, ouvi uma frase que me marcou e que revela uma grande verdade a respeito da observância dos dez mandamentos: “Se fossem dez sugestões, poderíamos nos sentir livres para honrar a Deus quando quiséssemos” (Filme “Como tudo começou“). Mas Ele mesmo escolheu este dia santo como um presente à humanidade. Dia este que foi cumprido por Jesus na vida, quando, no sábado, congregava nas sinagogas e fazia o bem (Lc 4:16; Mt 12:12), e na morte, quando repousou no sábado fazendo do memorial da criação também o memorial da redenção.

A guarda do sábado, bem como a observância dos mandamentos de Deus, nunca foi e nunca será a causa de nossa salvação, mas a consequência dela. O maior dos mandamentos está revelado na primeira tábua da lei divina “e o segundo, semelhante a este” (Mt 22:39), na segunda tábua. Você, de fato, ama a Deus? Então, saiba que “o cumprimento da lei é o amor” (Rm 13:10). Não permita que o seu coração seja envolvido pelo grande mal das multidões dos últimos dias, em que “o amor se esfriará de quase todos” (Mt 24:12), mas comungue da “perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Ap 14:12). Pois aquele “que perseverar até o fim, esse será salvo” (Mt 24:13). Eis o sinal de Deus sobre o Seu remanescente!

Bom dia, santos perseverantes!

Desafio do dia: Jornada espiritual “O Último Chamado de Deus“, 7° dia: Espero que esta jornada tenha sido o início de uma caminhada que não terá fim. Como Noé, escolha andar com Deus, todos os dias, e peça ao Espírito Santo que este seu andar cumpra o último chamado de Deus como uma testemunha do verdadeiro amor ao mundo. “Então, virá o fim” (Mt 24:14).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Ezequiel20
#RPSP

Deixe seu comentário:


4 Comentários so far
Deixe um comentário

Agradeço a Deus pelo ministério de vocês. Moro em Portugal e a diferença do fuso horário é de 4 horas a mais, quando é postado aí entre meia noite e meia noite e meia aqui são 4-4:30h, isso faz muita diferença pra mim pela importância que dou ao trabalho de vocês em favor do Mestre e pela edificação espiritual que os comentários trazem, obrigada primeiramente a Deus e depois por toda a equipe do RPSP, que o Soberano derrame bênçãos sem medida na vida de vocês.

Comentário por Aline

Aonde encontro esta jornada de oração que já está no 7° dia?

Comentário por LENI GOMES DOS SANTOS NASCIMENTO

Olá, querida irmã!
Este desafio de sete dias como uma jornada é com base em meu segundo livro que tem como título “O Último Chamado de Deus”. Em cada dia estive extraindo a suma de cada capítulo, já que o livro contém 7 capítulos.
Simplesmente senti este desejo de desafiar nossos leitores a experimentarem no cotidiano práticas simples, mas de grandes ganhos espirituais.
Você pode encontrar os demais desafios a partir do meu comentário do capítulo 14.
Pela graça de Deus, serão dias de profunda entrega e de salvação!
Graça e paz!
Rosana

Comentário por Ivan Barros

Obrigado, equipe RPSP!
Deus os abençoe grandemente!

Comentário por Silvio Fernandes




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: