Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 3 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
23 de maio de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“O SENHOR se dispõe para pleitear e Se apresenta para julgar os povos” (v. 13).


Dois julgamentos acontecem neste capítulo. Um se refere a Jerusalém e Judá e o outro às mulheres de Jerusalém. O primeiro é uma consequência do “que as suas próprias mãos fizeram” (v. 11). O povo havia esquecido do SENHOR e se corrompido a tal ponto que por Ele foram comparados a Sodoma (Is.1:10; v. 9). Aqueles que se chamavam pelo nome do SENHOR oprimiam uns aos outros (v. 5) e de público revelavam seus pecados (v. 9). Não havia mais pudor ou limites. Até o aspecto do rosto lhes era um testemunho desfavorável. Já o segundo julgamento completava o quadro da destruição. Àquelas as quais foi confiada a mais sublime missão estavam de todo corrompidas e suas vidas eram regidas para a exaltação própria e exibição extravagante. Homens e mulheres haviam perdido a noção do puro e do sagrado, levando Jerusalém e Judá à completa ruína. Lares destruídos, nação destruída!

Entretanto, mesmo em meio a um cenário de tão terríveis proporções, como em cada geração deste mundo, Deus conserva aqueles os quais, por Sua graça, intitula de justos: “Dizei aos justos que bem lhes irá; porque comerão do fruto das suas ações” (v. 10). Ou seja, nem tudo estava e nem tudo ESTÁ perdido. Em toda a história da humanidade o SENHOR tem erguido Seus troféus, “os resgatados do SENHOR” (Is. 35:10), “os restantes de Jacó” (Is. 10:21). Sempre houve e continua havendo um chamado de urgência que envolve decisão e entrega. Homens e mulheres têm sido convocados para proclamar três especiais mensagens: “O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no evangelho” (Marcos 1:15). Isto é: “Temei a Deus e dai-Lhe glória, pois é chegada a hora do Seu juízo… caiu, caiu a grande Babilônia… Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Ap. 14:7, 8 e 12).

Quando a comunhão diária e o desejo de conhecer o SENHOR são substituídos pela busca dos próprios interesses, a natureza humana é manifestada na língua e nas obras (v. 8). Um dos piores pecados de Sodoma foi a publicidade que davam a eles (Gênesis 19:5). Muitos têm alegado sinceridade ao expor suas fraquezas. Não se trata, porém, de um protesto contra a hipocrisia ou falsidade, mas da promoção daquilo que destrói “o caminho por onde deves seguir” (v. 12). Qual é a sua intenção ao publicar indiretas nas redes sociais? Qual é a sua intenção ao divulgar fotos com “o aspecto do seu rosto” (v. 9) em conotação sensual? Qual é a sua intenção ao vestir-se de forma provocante e extravagante? Oh, meus irmãos, não temos mais tempo a perder com estas coisas tão medíocres!

Amados, fomos chamados das trevas deste mundo para a maravilhosa luz de Cristo e Ele nos deixou exemplo para seguirmos os Seus passos (I Pedro 2:21). O que estamos fazendo com tamanho privilégio? Não haverá desculpas para o erro no Dia do SENHOR. “Ai do perverso!“, porque colherá o que ele mesmo semeou (v. 11). O Espírito do SENHOR geme para que atendamos ao Seu apelo: “Oh! Povo Meu!“, cuidado para não estar seguindo pela estrada do engano (v. 12) cujo desfecho transformará tudo o que julgavam belo em lixo e podridão (v. 24)! Lembrem-se: estas advertências não são de homens, mas assim “diz o SENHOR, o SENHOR dos Exércitos” (v. 15).

Fomos criados para revelar a glória de Deus (Is. 43:7)! Que a nossa vida testifique que fomos comprados por alto preço e, “pelo conhecimento completo dAquele que nos chamou para a Sua própria glória e virtude“, tornemo-nos “coparticipantes da natureza divina, livrando-nos da corrupção das paixões que há no mundo” (II Pedro 1:3 e 4).

Bom dia, diligentes servos de Cristo!

Desafio do dia: Ore pedindo ao Espírito Santo que lhe mostre tudo aquilo que pode estar maculando a sua vida e tome a firme decisão de se desfazer de tudo isso.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías3
#RPSP

Impulsionar publicação

2 Comentários so far
Deixe um comentário

Olá Rosana, boa noite. Gostei da maneira que você abordou Isaías capítulo 3. Mas, para mim, faltou demorar mais sobre o estilo de vida que viviam as mulheres judias naqueles dias. Podemos afirmar que hoje quando vemos as nossas irmãs com uso tão frequente de pinturas, estar elas em condições semelhantes àquelas mulheres dos dias do profeta Isaías.

Comentário por Antonio Carlos

Tu acreditas que o Senhor Deus , deu me esta Palavra agora! Posso te dizer que ele tem grandes lições. Mas acredito, que é uma explicação profunda. Obrigada.

Comentário por Alexandra Souto




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: