Reavivados por Sua Palavra


II CRÔNICAS 34 – #RPSP – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
15 de agosto de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

“… Enquanto ele viveu, não se desviaram de seguir o SENHOR, Deus de seus pais” (v. 33).

Meu filho mais novo, Felipe, tem um temperamento bem diferente do irmão mais velho, Yuri. Mas cada um tem uma forma especial de cativar as pessoas. Yuri é mais comedido, já Felipe é daqueles que já vai falando o que pensa sem nem se importar com a reação alheia. Outro dia um amiguinho de Yuri veio fazer um trabalho da escola aqui em casa. Foi só eu dar as costas um pouco e me deparei com a cena de Felipe pedindo ao colega de Yuri para ler o estudo bíblico sobre os dez mandamentos. Contive o riso e em silêncio agradeci a Deus por ter filhos tão diferentes um do outro, cada um com sua importância na obra do SENHOR. Mas porque iniciei falando de meus filhos? Porque o rei do capítulo de hoje começou a reinar quando ainda era como meus filhos, apenas uma criança (v. 1). E, “sendo ainda moço, começou a buscar o Deus de Davi, seu pai” (v. 3). A Bíblia não relata mais que Josias foi filho de Amom, nem tampouco de seu avô, Manassés. As Escrituras escavam a genealogia e retrocedem até Davi, o homem segundo o coração de Deus. Pois bem, Josias, filho de Davi, foi tão fiel ao SENHOR que “não se desviou nem para a direita nem para a esquerda” (v. 2). Há um só caminho traçado para a humanidade, e este caminho é Cristo. E como saber se estou na direção correta? 

Prestem bastante atenção na lógica deste relato:

  1. Ainda na infância todo ser humano é convidado a fazer parte da obra de Deus (v. 1): “e que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus” (II Timóteo 3:15);
  2. Ainda na mocidade, precisamos buscar a Deus e a Sua purificação: “Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer” (Eclesiastes 12:1);
  3. A nossa conversão precisa ser seguida de missão, levando outros a seguir pelo mesmo caminho utilizando o único meio eficaz que existe: o exemplo: “que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguires os Seus passos” (I Pedro 2:21);
  4. Após o reavivamento, segue-se a reforma, a reparação de tudo o que antes eram ruínas (v. 8-13): “andemos em novidade de vida” (Romanos 6:4);
  5. Precisamos de um manual de instruções para sabermos manusear certos aparelhos eletrônicos, do contrário corremos o risco de danificar o aparelho. Continuaremos com o aparelho, mas sem funcionalidade. O que nos faz pensar que podemos ser fiéis a Deus sem examinar o Manual que Ele nos deixou? Quem se entrega ao SENHOR de todo o coração e de toda a alma, busca em Sua Palavra as orientações que o levarão a andar como Josias andou, ignorando os desvios: “Guardo no coração as Tuas palavras, para não pecar contra Ti” (Salmo 119:11);
  6. A verdade contida na Bíblia começa a ser revelada com clareza, e também com clareza passamos a enxergar nossos muitos pecados, e é justamente isto que nos faz reconhecer a nossa indignidade diante da infinita graça de Deus. Só “rasgamos nossas vestes” quando o poder da Palavra rasga o nosso coração. A cada descoberta percebemos o quanto estávamos envoltos em escuridão, e o quanto Deus nos ama. E ao experimentarmos a luz, a luz que vai crescendo a cada dia de comunhão com a Palavra, nem se passa pela nossa cabeça voltar às trevas espirituais: “Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito” (Provérbios 4:18);
  7. E fechando com perfeição, a Palavra de Deus está à disposição de TODOS, “desde o menor até ao maior” (v. 30). E não é apenas para ser estudada, mas também praticada: “Tornai-vos, pois, praticantes da Palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” (Tiago 1:22).

Josias praticou a Palavra enquanto viveu (v. 33). E o seu exemplo foi tão forte que todo o povo não se desviou “de seguir o SENHOR” (v. 33). Josias sabia em Quem acreditava. Não estava condicionado a ninguém neste mundo. Mas o povo esteve condicionado à obediência enquanto Josias tinha vida. 

Meus amados, a sua salvação não depende dos outros, mas de suas escolhas. Se você, jovem, é obediente porque seus pais estão por perto, sua obediência é condicionada. Se você faz seu trabalho direito só quando está sob as vistas de seu chefe, o seu bom rendimento é condicionado. O SENHOR nos convida a anuir à Sua aliança (v. 32) de forma pessoal e por inteiro. Cada um de nós temos um papel a desempenhar no serviço do SENHOR, e, cada dia, precisamos renovar para poder avançar. Os registros da história de Josias o indicam como um homem que sabia para onde queria ir. E você? E eu? Para onde estamos indo? Estamos no caminho certo, ou estamos nos desviando para algum lado? Como saber? Prosseguindo em estudar o “Assim diz o SENHOR” (v. 24), sem pressa, com zelo e com inteireza de coração. Então Deus nos tornará retos e nos conduzirá pela mão até o nosso verdadeiro e perfeito Lar edênico.

Bom dia, guiados pelo SENHOR!

Desafio do dia: orar em busca de reavivamento e reforma.

*Leiam #2Crônicas34

Rosana Garcia Barros


2 Comentários so far
Deixe um comentário

GLORIA A DEUS ESTA E MINHA ORAÇAO QUE MINHA VIDA SEJA REAVIVADA PELO PODER DO ESPIRITO SANTO

Comentário por ANTONIO CARLOS JOSE SOARES

UAU…QUE MENSAGEM FORTE, GLORIA A DEUS, ALELUIA.

Comentário por Karla Angelica de Oliveira




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: