Reavivados por Sua Palavra


II Samuel 1 – Comentário Rosana Barros by jquimelli
4 de abril de 2016, 0:40
Filed under: Sem categoria

#rpSp #2Samuel1

“Angustiado estou por ti, meu irmão Jônatas; tu eras amabilíssimo para comigo! Excepcional era o teu amor, ultrapassando o amor de mulheres” (v. 26).

Iniciamos um novo livro. Na verdade, a continuação do anterior. Apesar da autoria ser atribuída ao próprio Samuel, após sua morte, provavelmente o segundo livro tenha sido continuado pelos profetas posteriores.
Terminamos 1 Samuel com a morte de Saul e Jônatas. 2 Samuel inicia com Davi recebendo a notícia da morte deles.
Um amalequita chega à presença de Davi, prostra-se perante ele e daí se inicia um diálogo mais ou menos assim:

—Você veio de onde? —perguntou Davi.

—Eu fugi lá do arraial de Israel —disse o homem.

—E o que foi que aconteceu lá?

—Ah, meu senhor, foi horrível! Foram muitas mortes! Eita, inclusive, sabe quem morreu também? O rei Saul e o seu filho Jônatas.

—E como você sabe que foram eles mesmos que morreram? —a essa altura, o coração de Davi já veio parar na boca!

—Eu cheguei lá por acaso, como quem não quer nada e vi Saul muito atordoado pela derrota de seu exército. Então, ele olhou para mim e pediu que eu o matasse porque estava sofrendo com muitas dores.
Daí, eu fui lá e o matei, porque ele ia morrer de qualquer jeito mesmo! Olhe aqui, trouxe para o senhor a coroa e o bracelete dele.

Diante daquele relato, Davi rasga as suas vestes em sinal de terrível angústia, e, junto com seus homens, choram e jejuam o dia todo “por Saul, e por Jônatas, seu filho, e pelo povo do SENHOR, e pela casa de Israel, porque tinham caído à espada” (v. 12).
Foi uma grande perda sofrida por Israel. Muitos e muitos homens que já haviam lutado ao lado de Davi, que juntos iam à Casa do SENHOR, perderam a vida naquela batalha.
Mas o diálogo com aquele “portador das notícias” (v. 6) não havia terminado. Não mesmo!

—Vem cá, e de onde você é mesmo? —perguntou Davi.

—Oh, desculpe, esqueci de dizer. Sou amalequita.

—E você me diz isso de cara lavada? Você mata um ungido do SENHOR e ainda vem me contar, como se isso me fosse uma boa notícia? Você acabou de assinar a sua sentença de morte!

Davi chama um de seus moços, e este tira a vida do amalequita, suposto assassino de Saul.
Segundo o relato que vimos ontem, não tem como essa história do amalequita ser verdadeira, já que Saul tirou a própria vida justamente para não ter que morrer na mão de estrangeiros.
Provavelmente, o amalequita, sabendo da situação de fuga de Davi, pensou que a morte de Saul lhe seria motivo de grande alegria, e que quem promovesse esta morte seria mui honrado. Só que ele não esperava que Davi fosse um homem movido pelo amor de Deus. Porque só uma pessoa tomada pelo amor divino lamenta e sofre pela morte de quem lhe queria mal.
E o capítulo se encerra com uma lamentação de Davi por Saul e Jônatas.
“Saul e Jônatas, queridos e amáveis” (v. 23). Jônatas tudo bem. Mas, Saul, querido e amável? Como assim? Foi assim que Davi escolheu guardá-lo na lembrança. Preferiu dar ênfase aos momentos em que Saul “o amou muito” (1 Samuel 16:21).
Davi sentia-se como um filho que foi rejeitado. E, como filho, sofreu a morte de seu pai (1 Samuel 24:11), Saul.
Já com Jônatas, sua angústia foi tremenda: “Angustiado estou por ti, MEU IRMÃO Jônatas; tu eras amabilíssimo para comigo! Excepcional era o teu amor, ultrapassando o amor de mulheres” (v. 26).
Que amor! Quanto amor!
E prestem muita atenção, meus amados. Este verso não se trata de um atestado de homossexualidade entre Jônatas e Davi. De forma alguma! Até porque era e é uma prática condenada por Deus (Levítico 18:22; Romanos 1:27).
Por isso destaquei bem as palavras MEU IRMÃO. A amizade entre eles é a que o sábio Salomão descreveu: “O homem que tem muitos amigos sai perdendo; mas há amigo mais chegado do que um irmão” (Provérbios 18:24).
Ao prosseguirmos sendo Reavivados pela Palavra, perceberemos que o problema de Davi nunca foi homo, mas heterossexual. Davi teve muitas mulheres e ainda adulterou com a mulher de um de seus fiéis soldados.

Davi não perdeu um inimigo e um amigo. Ele perdeu um pai e um irmão. Percebem a grandeza do que é ter o amor de Deus no coração? Porque do nosso coração corrupto (Jeremias 17:9) não podem sair coisas boas. Mas de um coração movido por Deus saem fontes de amor e vida. À medida que Saul o odiou, Davi o amou! À medida que Jônatas o amou, Davi o amou ainda mais! “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Provérbios 4:23). E onde devemos guardar o coração? “Dá-me, filho meu, o teu coração” (Provérbios 23:26). Ao depositarmos o coração nas mãos de Deus, estamos permitindo que Ele promova cura, libertação e salvação. E, mais ainda, estamos permitindo que o SENHOR nos torne abençoadores. A fonte representa pureza. Quem não deseja beber água de uma fonte fresca e cristalina? Deus promete moldar o nosso coração à semelhança de uma pura fonte de água.
Davi era um pecador como qualquer um de nós. Caía constantemente, contudo, também, insistentemente, clamava que o SENHOR o erguesse.
A morte de seu algoz foi para ele motivo de profunda tristeza porque Davi guardou o seu coração no AMOR! “Pois Deus é amor” (1 João 4:8).
Você tem um amigo que passou a lhe perseguir? O AMOR promete colocar em seu coração o amor que lhe fará amá-lo!
Você tem um amigo mais chegado do que um irmão?
O AMOR quem promoveu essa amizade.
Que Deus, o AMOR, jamais lhe falte, então, jamais lhe faltará motivos para amar e querer o bem até daqueles que lhe desejam o mal. É fácil? É não, meus irmãos. Mas é simples. É se entregar nas mãos do AMOR e permitir que Ele dirija a nossa vida!
Não se apegue à dificuldade de odiar, se entregue à simplicidade de amar!
Hoje eu celebro o amor com o meu amado marido, Ivan. São 12 anos de gratidão por Deus ter me concedido o privilégio de amar e de ser amada! E a minha oração, hoje, vai em especial por cada casal. Que o mesmo amor que abunda em nosso casamento, superabunde em cada lar! Que o amor entre os cônjuges seja um amor excepcional!

Bom dia, movidos pelo AMOR!

*Leiam #2Samuel 1

Rosana Garcia Barros


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Agradeço por partilhar suas reflexões. Me abrem a mente para muitas coisas que ao ler passo por alto. Que Deus continue lhe usando. Feliz aniversário de casamento.

Comentário por Sildegar




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: